O projeto de saúde bucal, realizado pelo INTS, foi totalmente reformulado nesses meses devido a pandemia da COVID-19, que forçou o fechamento das escolas municipais e atendimentos odontológicos, objetos de trabalho do projeto.  Sr. Carlos André Jesus do Nascimento, que fez questão de gravar o depoimento em vídeo, faz parte de uma das famílias atendidas. Ele é pai dos pequenos Victor Hugo e Carla Victória, alunos da E.M. Úrsula Catarino, uma das escolas atendidas pelo projeto.

As ações de saúde bucal inovaram em um Projeto de busca ativa de sintomas da COVID-19 em toda população atendida do Subúrbio, mais de 16.000 crianças. O foco é identificar possíveis contaminados, orientar de forma preventiva sobre o isolamento social e passar informações úteis de saúde, além de prestar consultas de telemedicina gratuitas aos casos identificados.

Dessa forma, foram atendidos por meio de ligação telefônica com profissionais de saúde do projeto, 1.278 escolares e seus respectivos familiares. Considerando que as ligações telefônicas também envolvem informações sobre os outros moradores da casa, o projeto já teve um alcance de 5.762 pessoas e abrangência em mais de 30 bairros da região de Salvador.