Almofada e a notícia de alta hospitalar. É assim que os pacientes recuperados da Covid-19 e que estavam nos hospitais administrados pelo Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS) estão deixando as unidades de saúde. A lembrança tem o objetivo de simbolizar a vitória da saúde, além de marcar a renovação da vida daqueles que superaram a pandemia. A ação tem o objetivo de trazer um momento mais acolhedor e de carinho diante de tantos dias de dificuldade, além de reforçar a mensagem de que dias melhores estão por vir.  Na Linha de Frente do combate ao coronavirus, os heróis da saúde que se infectaram também foram presenteados com a almofada.

Para Ana Patricia, Diretora do Hospital Municipal de Bertioga (SP), a ação caracteriza o Humaniza SUS 360 graus, começando do funcionário ao paciente. No hospital a entrega foi marcada por uma ‘’festa’’ em particular para agradecer a confiança depositada no time de profissionais que, 24h por dia, atuam acreditando em cada vida.  “Nos últimos três meses, várias vidas passaram pelo Hospital Bertioga e se tornaram não só um paciente, mas sim um ente querido dos profissionais que o atenderam. Esse vínculo foi possível mediante o atendimento humanitário desenvolvido como critério primordial por nós. Muitos ficaram semanas lutando contra o COVID-19 com uma torcida em casa e outra no Hospital”, explica Anderson Molina Riesco, Coordenador de Apoio Técnico do hospital.

Sebastião Jorge de Souza, 55 anos, é um dos pacientes que venceu a coronavirus e levará para casa uma almofada de recordação do tempo que ficou no hospital. Natural de Santo Antônio Platina (PR) mas morador de Bertioga desde 1991, ele passou 6 dias na enfermaria e 10 dias na UTI do hospital. Agora, de alta, poderá retornar à sua família e rever sua esposa, dois filhos e três netos.