Colaborada da USF Eduardo Nakamura superou depressão e se destaca pelo comprometimento na unidade de saúde

A agente comunitária de saúde, Eliana Aparecida da Silva, 41 anos, atua na Unidade da Saúde da Família (USF) Eduardo Nakamura, em Suzano-SP. Ela, que trabalha diariamente com ações de promoção e prevenção à saúde, nas comunidades do município Suzano, é um grande exemplo de superação. No primeiro dia de 2020, ela tentou o suicídio, motivado por um quadro de depressão. Após ficar 14 dias internada, sendo dois intubada e outros oito na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), “Lya”, como é conhecida por todos, ganhou uma nova chance. “Hoje vejo a vida de outra maneira, e o que me ajudou a superar foi voltar a trabalhar e poder ajudar o próximo com palavras, atenção e orientação. Isso me fortaleceu como pessoa”, afirma.

Recentemente, uma atitude de Lya chamou a atenção de toda equipe da USF Eduardo Nakamura. Ao visitar o paciente José Francisco da Silva, de 75 anos, observou que ele tinha dificuldade em tomar os remédios regularmente. “Me sensibilizei com a situação, comprei uma caixa e coloquei figuras e divisórias. O senhor José ficou agradecido quando eu entreguei a caixa, me falou que agora ele ia tomar as medicações no horário certo”, felicita.

De acordo com a gerente da USF Eduardo Nakamura, a enfermeira Maria Lúcia de Sousa, é gratificante ver uma profissional tão comprometida e dedicada como a Lya (Eliane), uma pessoa muito empática, sempre pensando no próximo. Esta atitude só reforça o que eu e toda a equipe falamos sobre ela. Fico muito contente com a equipe que tenho, Lya representa muito bem o papel de Agente de saúde, seja dentro ou fora da unidade, sempre oferece o seu melhor e promove saúde e qualidade de vida para aqueles que precisam”, ressalta.