Carlos Roberto da Silva, 64 anos, entrou no Hospital Municipal Guarapiranga (HMG), em São Paulo, no último dia 26 de agosto, diagnosticado com Covid-19. Ele precisou ser traqueostomizado, ficou dependente da ventilação mecânica, mas hoje, 18 de setembro, recebeu a notícia da alta hospitalar. De acordo com a fisioterapeuta do HMG, Alexia Veloso, que o acompanhou durante esses 22 dias na unidade de saúde, o paciente passou por momentos de ansiedade e aflição, longe da família e dos amigos, entretanto, com o apoio do corpo médico, seguiu na reabilitação, reaprendendo a respirar, deglutir, criando forças para sentar e andar. “Hoje me emociono ao vê-lo saindo, e dizendo ‘quem dera poder sair pilotando minha moto’. Depois de tudo sabemos que a esperança é a última que pode ser perdida, aos poucos ele venceu, e sou grata por ter acompanhado toda sua evolução”, relata