Doação de paciente de Formosa que teve morte encefálica vai beneficiar pelo menos cinco receptores em Goiás, Distrito Federal e Rio de Janeiro

O Hospital de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) realizou mais uma coleta de órgãos na tarde deste sábado, 31. Pacientes do Rio de Janeiro (fígado), Distrito Federal (rim) e Goiás (córneas) devem ser beneficiados depois do “sim”, dado pela família de um homem de 48 anos que se acidentou em Formosa-GO e teve morte encefálica declarada.

Para a realização deste procedimento, duas equipes de médicos captadores, uma do Rio de Janeiro e outra de Brasília, se deslocaram para Goiânia. Em 2020, este é o 20o paciente que tem órgãos removidos no Hugo. Até setembro deste ano, 33 rins foram doados, 14 fígados, além de 3 corações e 32 córneas. A unidade é referência no Estado e uma das que possuem uma sala exclusiva para a Organização de Procura de Órgãos (OPO).