Ações de treinamento permitem que equipes estejam mais alinhadas e sigam protocolos de exigência internacional: unidade é referência em tratamento humanizado

Colaboradores alinhados e que sigam protocolos internacionais são exigências do Hospital Estadual de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (Hugo). Com esse objetivo, a unidade teve o retorno do projeto de educação continuada, que consiste na elaboração de aulas de reciclagem ou atualização para toda a equipe assistencial da unidade.

“Nós estamos em constante aprendizado, porque acreditamos que nossos colaboradores bem treinados estão mais suscetíveis a acertos. Lidar todos os dias com pessoas que padecem de necessidades diferentes faz com que tenhamos o dever de prestar um serviço de excelência”, garante a gerente assistencial do Hugo, Janine de Paula.

Janine explica que os cursos são ministrados com turmas de quantidades limitadas, mas em horários diversos, para que possam ser oferecidas as aulas a maior parte de colaboradores. Por conta da pandemia provocada pelo coronavírus, a limitação de pessoas por turma se tornou essencial, para evitar aglomerações.

São oferecidos cursos nas áreas de enfermagem, normas e rotinas aplicadas no ambiente hospitalar, técnicas básicas de enfermagem. O hospital procura capacitar o máximo da equipe assistencial. “Sempre precisam estar cientes do que há em novidade, tanto nas terapias, quanto nos produtos e insumos da área. Nós temos que fazer com que saibam do que há de mais tecnológico disponível no mercado de saúde”, comenta.

As aulas, que envolvem áreas de segurança e biossegurança do paciente e da equipe, checagem de prescrições, notificações nos padrões e normas técnicas, além de comunicação hospitalar e humanização. Segundo a gerente, a intenção é massificar e transformar tudo o que é ensinado nos treinamentos em práticas diárias.