A manhã desta sexta-feira, 4, foi marcada por um momento especial no Hospital Estadual de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (Hugo). A equipe de enfermagem da Unidade de Terapia Intensiva II (UTI II) realizou mais uma ação do projeto “O que importa para você?”. A paciente Cláudia Barbosa Reis, de 42 anos, que está internada há 57 dias, saiu por alguns instantes do ambiente hospitalar e foi para o jardim da unidade, onde tomou um banho de Sol e saboreou um bolo.

A campanha “O que importa para você?” é uma ação que tem o propósito de estimular conversas mais significativas entre profissionais de saúde e pacientes, criando um elo de compaixão e empatia entre eles. É atender de forma humanizada e aprimorar o cuidado de saúde e assistência social, com base no que realmente importa para o paciente. O projeto nasceu da ação internacional da organização Healthcare Improvement Scotland.

De acordo com a gerente assistencial do Hugo, Janine de Paula, o hospital busca promover a empatia no cuidado centrado no paciente associando a assistência segura com desfechos favoráveis na experiência do usuário. “O Hugo reforça essa ação engajando o profissional da saúde a se colocar no lugar do outro e a entender o que é mais importante para a pessoa que está internada. A experiência permite atender de forma humanizada, estreita os laços de confiança e ajuda no enfrentamento do quadro clínico”, explica.

A profissional revela que as equipes são orientadas a olhar para o paciente como um todo, não só a comorbidade que ele possui. Por meio da política de humanização voltada para o paciente, Cláudia revelou a vontade de tomar um banho de Sol. “Nossa missão é oferecer ao paciente um atendimento humanizado com intuito de contribuir para a sua recuperação, de forma a minimizar o sofrimento provocado pela hospitalização”, ressalta.

Cláudia deu entrada no Hugo no dia 8 de abril vítima de politrauma por   atropelamento. Ela passou por cirurgia e durante esse período no hospital está internada na UTI. Para tornar o momento ainda mais singular, a ação teve como trilha sonora o reggae, gênero musical preferido da paciente. “Essa iniciativa tem reflexos muito positivos. Nosso objetivo é transformar a experiência do paciente e, também, dos nossos profissionais de saúde. A alegria na expressão deles e a possibilidade de realizar um desejo, por menor que seja, é muito gratificante para todos nós”, afirma a gerente.

Emocionada e com os olhos marejados, a paciente agradeceu a ação. “Ninguém nunca fez tanto por mim, obrigada a todos do Hugo”, disse Cláudia.