UBS Vila Império promove ação sobre o Outubro Prateado

UBS Vila Império promove ação sobre o Outubro Prateado

UBS Vila Império promove ação sobre o Outubro Prateado

Nesta quarta-feira, 28.10, a Unidade Básica de Saúde Vila Império (SP), gerenciada pelo INTS, fará uma ação sobre o Outubro Prateado, o mês do idoso. A campanha nasceu em alusão ao dia 1º de outubro de 2003, quando foi aprovada a lei Nº 10.741 que viria a ser o Estatuto do Idoso. Por conta da data foi criado, nesse mesmo dia, o Dia Nacional do Idoso e consequentemente o Outubro Prateado, para valorizar as ações em prol desse público.

Pensando nisso, os profissionais da UBS Vila Império confeccionaram mural informativo para os usuários que frequentam a unidade. A intenção é chamar a atenção para a campanha e ressaltar a importância dos cuidados de saúde na terceira idade, tanto física quanto mental.

Unidades de saúde da Região SACA realizam ações do Outubro Rosa

Unidades de saúde da Região SACA realizam ações do Outubro Rosa

Nesse mês de conscientização e prevenção contra o câncer de mama, conhecido como Outubro Rosa, as Unidades Básicas de Saúde (UBS) da Região SACA, em São Paulo, vem promovendo ações informativas sobre a doença, assim como a entrega de lembrancinhas para as pacientes atendidas.

As principais iniciativas consistem na colocação de cartazes nos corredores das unidades e entrega de balas, chocolates ou cartões dependendo de cada unidade. Além disso, as unidades básicas de saúde Mata Virgem e AMA/UBS Integrada Vila Joaniza realizaram eventos diferentes sobre orientação e prevenção de câncer de mama e colo de útero.

Com o objetivo de evitar aglomeração, o evento feito pela UBS Mata Virgem ocorreu no Lar Maria Sininha, instituição parceira que cedeu o espaço. Já a AMA/UBS fez uma ação em que os profissionais de saúde pintavam a mão de rosa, simbolizando o Outubro Rosa.

 

Confira as imagens das ações!

 

 

 

 

 

Hospital Espanhol completa seis meses como um Centro de Tratamento Covid

Hospital Espanhol completa seis meses como um Centro de Tratamento Covid

“Se não fossem os esforços das equipes de profissionais que aqui estão, arriscando suas próprias vidas para salvar outras, nós não teríamos chegado até aqui. Eu agradeço a todos vocês, de coração. Muito obrigado!” Esta foi parte da fala do infectologista Roberto Badaró, Diretor Médico do Hospital Espanhol, na tarde desta quinta-feira (22). Ele falou para um grupo em torno de 50 colaboradores, representando os mais de 400 que trabalham no Hospital.  Nesta data, eles celebraram os seis meses de funcionamento do Hospital Espanhol como um Centro de Tratamento Covid-19, referência na Bahia. Na noite do dia 22/04/20, o Hospital recebeu seus cinco primeiros pacientes contaminados pelo coronavírus. Até o último dia 21/10, já havia contabilizado 1.592 internações e 1.090 altas.  “É uma luta, entre curas e perdas. Uma batalha diária, entre a vida e a morte. Mas é compensador podermos nos doar e ajudar, num momento de pandemia mundial” – comentou a Diretora Geral do HE, Dra Thayse Barreto.

Este semestre de trabalho árduo foi marcado por um encontro das equipes de heróis da saúde, na balaustrada superior do Hospital, ao ar livre, sob mangueiras, debruçada para a Baía de Todos os Santos. Local onde acontece, em todas as últimas quintas-feiras de cada mês, o projeto A Música Une. Quando colaborares tocam e cantam para os colegas, durante o pôr do sol. É um momento de integração e descontração para aqueles que trabalham em um ambiente contaminado por um vírus ainda sem controle da ciência e minado de fortes emoções.

O aniversário de seis meses, coincidiu com o dia da 4a sessão do A Música Une. Além de música, e da fala do Diretor Médico, os colaboradores rezaram um Pai Nosso, em memória dos pacientes que perderam a luta para a Covid e leram juntos, de forma uníssona, o poema de Bráulio Bessa: “Definição de Saudade”. Foi uma tarde de muita emoção e, acima de tudo, união. A integração dos colaboradores é notável e fundamental, nesta gincana pelas vidas. Dos pacientes e deles também.

Em nome do INTS, a colaboradora Patrícia Viana, responsável pela Controladoria do Hospital Espanhol, enfatizou o agradecimento à dedicação e ao comprometimento de todos e relembrou: “A gente também precisa cuidar de quem cuida. Este é o nosso momento mensal, em que reabastecemos nossos corações”. A surpresa da tarde, que aconteceu de improviso e com a espontaneidade que costuma pairar no Hospital Espanhol, foi quando Dr Roberto Badaró, referência em infectologia no Brasil, assumiu o violão e também fez a música unir os corações dos colaboradores. Poucos sabiam ou conheciam o seu lado musical.

Os colaboradores leram o que Bráulio Bessa escreveu:

“Já vi muita evolução

pro bem da humanidade,

vi cientistas curando

tudo que é enfermidade.

Mas até hoje eu duvido,

inventar um comprimido

pra aliviar a saudade”.

E quem não torce pela descoberta de um comprimido para aliviar a saudade? Mas torcemos para os cientistas descobrirem antes, a vacina contra a Covid. Porque esta enfermidade é a maior causadora da saudade.

 

Paciente internada no Hugo tem reencontro emocionante com filha recém-nascida

Paciente internada no Hugo tem reencontro emocionante com filha recém-nascida

Em uma sala do prédio administrativo do hospital, Julieny de Paula recebeu a visita da pequena Valentina, de apenas 20 dias, e amamentou a filha. Emoção foi o sentimento que tomou conta do Hospital de Urgências de Goiânia Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) na manhã desta sexta-feira,23. A unidade de saúde permitiu o encontro da paciente Julieny de Paula, que está internada na enfermaria, com a filha recém-nascida. Mãe e filha tiveram um momento único recheado de gratidão e amor materno.

A ação foi realizada pela equipe multiprofissional do Hugo, coordenada pela psicóloga Letícia Vieira e faz parte do tratamento humanizado que o hospital proporciona aos seus pacientes desde que o Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS) assumiu a gestão da unidade. De acordo com Letícia, os profissionais da unidade tem como missão minimizar o sofrimento do paciente. “Nós estamos aqui para proporcionar vida, amor e acolhimento”, afirmou.

Para realizar este acolhimento materno para mãe e filha, a equipe multiprofissional da unidade se mobilizou para garantir segurança e conforto no reencontro. Segundo Letícia Vieira, foi realizada uma avaliação com a equipe médica do hospital e a psicologia Mônica Lelis acompanhou a paciente durante a visita. Todas as medidas de segurança foram tomadas. “A família e a bebê entraram no Hugo pela Avenida 90 para não terem contato com área assistencial da unidade. Nós preparamos uma sala no prédio administrativo para acontecer a visita“, explicou. Letícia reitera que Julieny foi orientada pela enfermagem de como tomar o banho e sobre a lavagem da mama poder amamentar a filha.

Julieny de Paula deu entrada no Hugo no dia 17 de outubro com suspeita de infarto no baço, e desde então não pode mais amamentar e segurar a filha nos braços. O reencontro emocionou os familiares e toda a equipe do hospital que participou da ação. Com os olhos marejados, Juliane de Paula, irmã da paciente, agradeceu a equipe por realizar este momento. “Estou muito feliz de estar aqui hoje e trazer a Valentina para ver a mãe. A valentina tem hoje 20 dias vida e está há oito dias sem ver a mãe. O hospital promoveu este momento de união de mãe e filha, um momento muito lindo e especial. Eu nunca imaginei que um hospital público fizesse tudo isso. Agradeço a todos, desde a equipe de limpeza a direção do hospital o meu muito obrigado”, falou com a voz embargada pelo choro.

A direção e a coordenação multiprofissional do Hugo tentam ao máximo proporcionar para o paciente um atendimento humanitário. “Nós estamos aqui para ouvir cada um e proporcionar que a internação seja menos sofrida e mais leve e humana. Nós pensamos em um tratamento macro, não só em uma perna ou um braço que está doendo, mas no que dói no coração. E para a Julieny estava doendo não poder ver a filha e nós conseguimos realizar esse desejo dela. Com certeza a paciente vai voltar para o leito extremamente mais aliviada e tranquila para seguir o tratamento”, finalizou Letícia.

Confira os vídeos!

NASF de Suzano realiza agenda especial para o Outubro Rosa

NASF de Suzano realiza agenda especial para o Outubro Rosa

Com o tema “Existem Mulheres fortes e Existem Mulheres que ainda não descobriram sua força! DESCUBRA-SE!”, o Núcleo Ampliado de Saúde da Família (NASF) em Suzano-SP, intensificou as ações em comemoração ao Outubro Rosa, campanha nacional de prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama. A equipe multidisciplinar aproveitou o dia “D” de Pólio e Multivacinação, que aconteceu no último sábado, 17 de outubro, para sensibilizar as mulheres sobre a importância do autocuidado, planejamento familiar, alimentação saudável, prevenção à violência doméstica de gênero e empoderamento feminino.

De acordo com a coordenadora do NASF de Suzano, Juliana Sant’Ana, “o acolhimento é fundamental para sensibilizar as mulheres, que, muitas vezes, acabam absorvidas pelo dia-a-dia e esquecem de se voltar para a sua saúde. Receber elas, dar uma palavra de carinho, perguntar se ela já fez o autoexame, tudo isso faz com que essa mulher reflita e perceba a importância que ela tem na sociedade”, declarou.

Além dos serviços direcionados para a coleta de exame Papanicolau e ultrassom de mama, a equipe do NASF realizou atividades de promoção a autoestima e saúde mental. “É muito importante falar em autoestima, já que ela é a base das nossas emoções, do equilíbrio da saúde mental e, por isso, é importante pensar no quanto ela reflete na nossa saúde física. Assim esperamos empoderar as mulheres a se cuidar, a se conhecer e se amar mais”, explicou Maria Clara Lira Bezenil, psicóloga do NASF.

 

Programação especial marca celebração do Outubro Rosa no Hospital Municipal de Bertioga

Programação especial marca celebração do Outubro Rosa no Hospital Municipal de Bertioga

De acordo com o Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), órgão do Ministério da Saúde, em 2020, são estimados mais 66 mil casos de câncer de mama no Brasil. A doença é a que mais acomete as mulheres no mundo, já que somente em 2018, foram registrados 21 milhões de novos casos. Com o intuito de celebrar o Outubro Rosa, campanha nacional de prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, o Hospital Municipal de Bertioga (HMB) realizou atividades com as colaboradoras da unidade de saúde.

Uma tarde de relaxamento com duas esteticistas foi oferecida com o intuito de promover sessões de massagem corporal para as funcionárias. A atividade, que foi realizada pelo Serviço Social e Psicologia do HMB, gera benefícios como saúde física e emocional, controle do estresse, diminuição da ansiedade, alívio da tensão e das dores musculares. Outros ganhos também fodem ser citados, como melhora da circulação sanguínea, elasticidade da pele e sistema imune, diminuição da pressão arterial no caso de pacientes hipertensas, alívio das dores de cabeça e diminuição do cansaço.

Além do momento relaxante, o Hospital promoveu a palestra “Autoexame”, iniciativa voltada para as usuárias do serviço de recepção do Hospital. A ação foi apresentada pela enfermeira do HMB, Juliana Delfini, que apresentou os fatores de risco, prevenção, orientação quanto ao câncer de mama, além de tirar dúvidas.