A fim de levar alegria, mensagens de fé e esperança em forma de música aos pacientes internados, o Hospital Municipal de Bertioga implantou, neste sábado (08/02), mais um projeto de humanização, o Música no Leito. A iniciativa contou com a ação de dois voluntários, Alexandre Luiz dos Santos e sua mãe Josefa Maria dos Santos, que além de cantarem para os pacientes também atenderam a pedidos de músicas especiais solicitadas pelos internos. Para Alexandre, a experiência foi gratificante e renovadora também para ele. “Ver os pacientes reagirem com alegria em lágrimas e cantarem conosco as músicas e pedirem pra cantar as músicas preferidas deles… me sinto muito feliz por contribuir com dom da música e levar Deus dessa forma”, contou.

A atividade Canto no Leito faz parte da Comissão Interdisciplinar que foi criada em janeiro, por entender que todos fazem parte deste maquinário que é o Hospital de Bertioga. Segundo Ana Patricia Barreto Palma, Diretora Administrativa do Hospital, que é administrado pelo INTS, o objetivo da ação é motivar as pessoas a encontrarem uma maneira de se doar ao outro, e, claro, auxiliar na melhora e recuperação dos pacientes internados no local. “A gestão imprime muito do que o outro é e traz consigo de vivencia, por acreditar no poder do voluntariado, para o voluntário e para quem a gente se doa. Eu costumo dizer que nem só de indicadores se vive uma gestão, é entrega, é desenvolver o pertencimento e a empatia também. Estamos em um hospital público que a dor física é visível, mas a da alma nem sempre. Que possamos levar a leveza de um momento de cantoria”, disse. A diretora também destacou que muitas outras atividades estão sendo desenvolvidas e os colaboradores têm se engajado com todas elas.