O Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde – INTS completa um ano de contrato com a prefeitura de Bertioga nesta sexta-feira, 1º de maio. A organização assumiu a gestão do Hospital Municipal, Pronto Atendimento, Serviço de Apoio de Diagnóstico e Terapêutico (SADT) e o Samu e neste período, em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, realizou muitas conquistas, como a reforma da área de recepção do Pronto Atendimento do Hospital Municipal, a humanização dos serviços, a aquisição de novas ambulâncias para remoção de pacientes e a implantação dos primeiros leitos de UTI no hospital, em um momento de extrema emergência na saúde pública do país, com a pandemia de covid-19.

Na gestão do INTS, a população tem um atendimento mais confortável, seguro e acolhedor. A intervenção realizada na recepção do pronto-socorro dobrou a capacidade de assentos, aumentou os espaços dos banheiros para pacientes, incluindo espaço para fraldário, e instalou duas novas salas de triagem. Além disto, foi ampliada a sala de medicação adulta, bem como a criação de uma nova farmácia satélite e sala de exame de eletrocardiograma.

A humanização também é um grande ganho da gestão. Muitas iniciativas foram recebidas com entusiasmo pelos usuários dos serviços de saúde e reconhecidos pela população, como a da equipe de nutrição, com a ilustração de desenhos e frases nas tampas das embalagens de dieta dos pacientes internados, que viralizou nas redes sociais e serviu de exemplo para outros serviços de saúde.
Também foram criados os projetos Música no Leito e Mensagem para o Coração, além da implantação de um novo recurso audiovisual para os pacientes da unidade que tenham alguma dificuldade com leitura ou baixa visão.

O prefeito de Bertioga, Caio Matheus afirmou estar satisfeito com o trabalho desenvolvido. “O primeiro ano de contrato com o INTS possibilitou importantes avanços, entre eles, reformas, ampliações, modernizações, compra de novos equipamentos e contratação de mais profissionais, que resultam em um salto significativo na qualidade do atendimento à população”.

Na relação com os funcionários também houve mudanças, como o fornecimento de alimentação, conforme destaca Marta Monteiro, que trabalha no hospital há seis anos: “Estou muito feliz de fazer parte desta família; ela nos acolheu. Nós temos almoço, não precisa se preocupar em trazer refeição. É a primeira vez que uma empresa dá refeição”.

Araci Zoraide dos Santos também elogia a gestão do INTS: “Eu já trabalhei aqui com seis firmas e é a primeira vez que tem almoço; a comida é maravilhosa”. Ela também destaca o compromisso com os salários e a relação com os colaboradores: “Nunca teve atraso de pagamento, nem de vale transporte. Todos nos cumprimentam e isso é muito importante, porque você se sente com vontade de vir para o local de trabalho”.