Quinta-feira, 4 de março de 2021. Não é #tbt, mas parece que ainda estamos em março de 2020.

Os heróis da saúde do Hospital Espanhol, maior Centro de Tratamento Covid-19 do Estado da Bahia, cansados física e emocionalmente, buscam reforço espiritual coletivo. Se reuniram em oração, no hall da Enfermaria 3C, para o enfrentamento de mais um dia de tensão e luta, pelo inimigo invisível e onipresente, mais temido dos últimos tempos. “Nós estamos guerreando com um monstro invisível. Mas acreditamos que existe uma força maior que é Deus. Ele nos protege para que cuidemos de cada vida que aqui chega” – desabafou Maiana Ferreira, enfermeira do Hospital Espanhol, desde a sua abertura, em abril de 2020. Maiana já positivou, teve medo, pensou em desistir do trabalho, se curou e voltou com a certeza da importância e necessidade da sua missão. Não abandonou o barco.

Alta ocupação, busca pela oração

A ocupação de leitos no Hospital Espanhol chega a 89% dos clínicos e 84% de UTI, dos seus 240 totais. Nesta semana, em que atingimos o maior número de óbitos por dia, no país, depois de um ano de pandemia. “Boa sorte. Força. Paz. E vamos para a nossa luta!”, disse Claudiana Pereira, Coordenadora das Enfermarias do HE, motivando os colegas.

A Gerente de Enfermagem, Elane Reis, fez questão de lembrar à equipe que atuar na Linha de Frente é uma missão: “Tenham certeza que cada um de nós aqui foi escolhido para trabalhar nesta prova tão difícil que o mundo está passando. E juntos, nós vamos vencer!”.

Prova de resistência e resiliência. E fé e esperança que não devem faltar! Força Heróis! E nossa eterna gratidão a todos vocês.