Profissionais do Serviço de Infecção Relacionado a Assistência à Saúde (Sciras) visitaram duas alas que passam por obras de estruturação no Hospital Estadual de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz

A equipe do Serviço de Infecção Relacionada a Assistência à Saúde (Sciras) do Hospital Estadual de Urgências de Goiás Dr. Valdemiro Cruz (Hugo) realizou na tarde de quinta-feira, 12, visitas técnicas ao centro cirúrgico e à Central de Material e Esterilização (CME) da unidade. A médica infectologista Sheila Paiva e a enfermeira Tanandra Mynele, do Sciras, acompanharam a coordenadora do centro cirúrgico do Hugo, Marisa Sakon, e a engenheira clínica Ludmila Fernandes da Silva na vistoria, que tem o objetivo de estruturar e validar o fluxo e o plano de contingência adotado durante o período de reformas na ala do hospital.

“É importante redesenhar o fluxo de acesso dos pacientes e dos profissionais de saúde, assim como o fluxo de materiais, equipamentos e resíduos”, explica a infectologista Sheila Paiva. De acordo com a médica, que coordena a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Hugo, medidas de proteção e mitigação de geração de aerossóis no ambiente também foram discutidas na visita técnica. Qualquer plano de obra ou reforma realizado nas alas do Hospital Estadual de Urgências de Goiás precisa ser discutido e validado pela equipe do Sciras e passar pela anuência da coordenadora do serviço, a infectologista Sheila Paiva.

Central de Material e Esterilização

Ainda na quinta-feira, a equipe da Sciras esteve na Central de Material e Esterilização do Hugo (CME) em mais uma visita técnica setorial. A infectologista afirma que a vistoria na CME tem a finalidade de avaliar a estrutura e os processos baseados na legislação nacional e as orientações adotadas através do roteiro de inspiração da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e da Organização Nacional de Acreditação (ONA). A equipe da Sciras foi acompanhada pela enfermeira coordenadora da CME, Anne Caroline Ferreira.

“Nestes momentos, são avaliados os pontos fortes, não conformidades e oportunidades de melhorias em cada setor”, detalha Sheila. Para a coordenadora da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do Hugo, o sucesso do trabalho vem da receptividade e parceria firmada com as alas e departamentos da unidade de saúde, como a coordenação do centro cirúrgico e a CME, visitadas pela equipe da Sciras nesta quinta-feira.