A parceria do Hospital Espanhol com a Fundação HEMOBA, nas ações da campanha realizada no Dia Nacional do Doador de Sangue, em 25 de novembro, rendeu mais de 300 bolsas de sangue.

A banda musical do HE, “A Música Une”, formada por seus profissionais, em julho/20, com o objetivo de proporcionar momentos de descontração e relaxamento aos heróis da saúde, dentro da unidade, foi convidada para tocar no estacionamento da HEMOBA, na manhã do último dia 25/11, durante a campanha de conscientização e mobilização da população para doação de sangue.

O Hospital Espanhol foi a unidade pública de saúde que mais consumiu bolsas de sangue do estoque da HEMOBA, durante a pandemia. Nada mais justo do que contribuir pela causa justa e necessária da doação de sangue.

Todos os anos, as campanhas do hemocentro baiano contam com o apoio de um artista local e musical para chamar a atenção da população sobre a importância e a necessidade das doações. Então, a música sempre é o carro-chefe das campanhas. E a música também se tornou um símbolo do Hospital Espanhol, pelo amplo e intenso trabalho de musicoterapia desenvolvido ao longo dos quase dois anos de funcionamento da unidade, como o maior Centro de Tratamento Covid do Estado da Bahia.

A publicitária Priscila França, Coordenadora de Comunicação da HEMOBA, explica que a ideia de convidar o Hospital Espanhol para apoiar as ações deste 25 de novembro – Dia Nacional do Doador de Sangue – surgiu pela referência que o Hospital é hoje no trabalho de musicoterapia e por ter a banda “A Música Une”, formada por profissionais de saúde que atuam na linha de frente. O tema da campanha “Hérois da Vida Real” se encaixou perfeitamente com o propósito da banda” – concluiu Priscila.

Neste ano de 2021, o cantor baiano Xanddy foi escolhido pelos colaboradores da HEMOBA para ser o Embaixador da Campanha e ele também participou das ações do dia 25. Inclusive, dando uma palinha com a Banda do Hospital Espanhol que deu show, literalmente, com direito a um numeroso grupo de colaboradores do próprio Hospital que foi prestigiar os colegas e doar sangue.

“Vem doar, vem…”

Marcos Barbosa, musicoterapeuta do HE e coordenador da Banda “A Música Une”, dividiu os microfones com Xanddy, no palco montado no estacionamento da HEMOBA. Depois de cantarem juntos “Ninguém explica Deus” de Clóvis Encarnação de Pinho, também com o vocal feminino de Josy Souza – Auxiliar de Farmácia do HE e componente da Banda, Marcos falou: “Xanddy, eu fiz uma brincadeira com sua música…” E puxou a paródia com a música ‘Vem Neném’ do Harmonia do Samba: “Vem doar, doar vem… doar, doar vem… doar… doar vem!”. E com a brincadeira e o improviso vieram sorrisos, alegria, harmonia, coro da plateia, dancinha coreografada e sucesso!

“A Música Une” não tem uma formação fixa, porque os músicos heróis da saúde se apresentam de acordo com os seus horários de plantão e folga. Por isso, há uma rotatividade grande, no grupo. Mas na apresentação da HEMOBA, com Xanddy que emocionou a todos, participaram, além de Marcos Barbosa e Josy Souza, Débora Freitas – técnica de enfermagem da visita virtual, Enoque Santos – roupeiro, Fabíola Nunes – telefonista do call center para acolhimento familiar, George Brito e Pedrito Santos – auxiliares de transporte de pacientes.

A recepcionista do Hospital Espanhol, Vânia Muniz, é doadora cadastrada de sangue e medula e comparece regularmente à HEMOBA, três vezes por ano, para fazer as suas doações. No dia 25 de novembro, ela compareceu com dupla função: fazer a doação e prestigiar os colegas que estavam como músicos, naquela manhã de sol quente e muito calor humano. “Se cada um fizesse sua parte, os estoques das bolsas não baixariam tanto, nem faltaria sangue para quem precisa. Tenho esta consciência e não deixo de fazer as minhas doações, todos os anos” – alertou a recepcionista.

A Secretária da Saúde do Estado, Dra Tereza Paim, esteve presente ao evento, participando da entrega de placas e certificados de reconhecimento a colaboradores da HEMOBA e a doadores mais antigos e regulares, no hemocentro. “Muito obrigada a todos os servidores da HEMOBA, fiéis nesta caminhada, e às pessoas voluntárias que vêm doar uma parte de si mesmas para salvar até quatro vidas. Esta é uma luta constante! Precisamos do apoio de todos para conscientizar a população e chegar mais perto de cada doador para fortalecer esta corrente do bem” – agradeceu a Secretária que aproveitou para fazer o seu apelo.

Na Semana do Doador que foi a última do mês de novembro, a HEMOBA conseguiu mobilizar 5.148 doadores voluntários e coletou 3.920 bolsas, em todos os seus postos da capital e do interior da Bahia. Somente no dia 25/11, na sua sede, foram coletadas 347 bolsas. Uma média quatro vezes maior do que em dias comuns. Uma prova do quanto a música une, mobiliza, sensibiliza e agiliza ações solidárias. Doe sangue. Salve vidas! Vamos doar. Um dia, a gente também pode precisar.

E atenção para as dicas de doações em tempo de Covid!

O Diretor da HEMOBA, Dr Fernando Araújo, feliz com os resultados da Campanha, fez o seu agradecimento especial aos “músicos do Hospital Espanhol”, pela parceria de sucesso, e aproveitou para alertar sobre as doações de sangue, em relação à Covid: “Para quem teve covid-19 e não possui sequelas, pode fazer doação com 30 dias. Quem tomou o imunizante CoronaVac pode doar com 48 horas. E quem tomou as demais vacinas pode doar com sete dias” – explicou o médico.