A palestra “O mundo pede Saúde Mental” foi realizada no Hospital Municipal Guarapiranga (HMG), em São Paulo, em prol da campanha nacional Janeiro Branco. Na ocasião, colaboradores do HMG puderam refletir e desmistificar tabus sobre o tema, além de desenvolver estratégias para lidar com os desafios apresentados nos últimos tempos, a exemplo da pandemia da covid-19. “Pude sentir e observar o maravilhamento dos colaboradores do HMG quando perceberam as formas acessíveis para cuidar da saúde mental, assim como o melhor entendimento do que de fato é saúde mental. Psicoeducar é isso, e eu como palestrante, estou sempre atenta a levar esse tipo de conteúdo de forma descomplicada e acessível a todos”, explicou a psicóloga Viviane Silva.

Para a ouvidora do HMG, Carla Panta Silva, é a oportunidade de “ pensar nesse tema tão importante, não só em Janeiro, mas durante todo o ano”, comentou.  De acordo com o analista de saúde, Paulo Rodrigo Barbosa, “foi um momento edificante e esclarecedor, que nos fez refletir sobre pequenos detalhes que passam despercebidos no dia a dia mas que fazem muita diferença em nossas vidas”, lembra.

De acordo com o engenheiro de Segurança do Trabalho, Mário Neto,  a palestra foi muito importante em vários aspectos, principalmente para entender o objetivo da campanha no Janeiro Branco, até então desconhecido por ele. “Para além disso, nos deu um panorama geral, em números, de como a saúde mental é vista. As dinâmicas propostas também foram bastante interessantes, pois propiciou uma autoavaliação, ainda que breve, da nossa saúde mental”, afirmou.