A Prefeitura de Suzano, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, está promovendo uma série de encontros com as equipes da Rede de Urgência e Emergência (RUE) para capacitação em Atendimento Pré-Hospitalar (APH), voltada ao transporte de pacientes em ambulâncias. O curso, que começou em 31 de maio, está sendo realizado pelo Samu, que é gerido pelo INTS (Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde).

No total, os 41 inscritos em duas turmas distintas vão receber orientação sobre avaliação de cena; biossegurança; base da urgência e emergência; atendimento ao traumatizado; imobilização; tipos de curativo; trabalho de parto e atendimento ao recém-nascido; atendimento à vítima de afogamento; e uso do desfibrilador semiautomático.

Os participantes da capacitação prestam serviço na RUE do Pronto-Socorro Municipal (PS) e Pronto Atendimento (PA) de Palmeiras e são integrantes da Equipe Multiprofissional de Atenção Domiciliar (Emad). A ação faz parte de um cronograma de treinamentos e qualificações elaborado pela diretoria da RUE e do Núcleo Técnico de Educação Permanente.

“Todos os profissionais de Saúde que transportam pacientes em ambulâncias necessitam desta preparação. Como temos um número significativo de remoções na Rede de Urgência e Emergência do município e muitos funcionários foram admitidos recentemente via concurso e ainda não possuem essa capacitação, oferecemos por meio do Núcleo de Educação Permanente de Saúde este importante treinamento, a fim de capacitá-los para o APH, garantindo a segurança do profissional e do paciente”, destacou a diretora da RUE, Cíntia Cristina Steffens Watanabe.

“Quanto mais pudermos qualificar nossos servidores da Saúde, melhor. Após este curso eles estarão ainda mais preparados para atender nossa população”, completou o secretário de Saúde de Suzano, Pedro Ishi.

A primeira turma, que iniciou o curso em 31 de maio, finalizará os encontros no dia 28 deste mês. Já o segundo grupo, começou a capacitação na sexta-feira passada (03/06) e deve encerrar em 5 de julho. A carga total é de 40 horas.

Fotos: Divulgação INTS