Impulsionado pela visão institucional de ser referência na gestão de serviços de saúde, educação e ações sociais, o Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS) disponibiliza nas unidades sob sua administração ferramentas e sistemas informatizados que qualificam o atendimento aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), além de cultivar entre seus colaboradores práticas de humanização com projetos que ajudam no acolhimento assistencial e vão além das responsabilidades contratuais. 

No Hospital Manoel Victorino (HMV), em Salvador, a equipe de Tecnologia da Informação desenvolveu o projeto denominado “TI Ensina”, voltado para treinar os colaboradores na utilização dos recursos tecnológicos disponíveis, o que permite melhor aproveitamento destas ferramentas no dia a dia da unidade. Os treinamentos são disponibilizados em formato de videoaulas narradas de até dois minutos para cada tema. 

“Quando o INTS assumiu a gestão do HMV implantou uma infinidade de sistemas com tantas funcionalidades, para mim foi uma agradável surpresa e me senti provocado em buscar formas de contribuir para que estes recursos fossem bem aproveitados por todos os usuários”, conta Kelvin Alves, colaborador da TI e idealizador do projeto.  

Também em Salvador, desde 2020, colaboradores do Hospital Espanhol, referência no tratamento à Covid-19, criaram a Comissão de Cuidados Paliativos que atua de forma integrativa através de assistência multiprofissional, visando atender as necessidades e singularidades de cada paciente. “Os treinamentos contínuos possibilitam atualização de boas práticas assistenciais, com foco no ser humano e qualidade de vida, resultando em ganhos secundários através de planos de cuidados bem definidos”, explica Elane Reis, gerente de enfermagem da unidade. 

Eficiência na gestão

A partir de análises de números como taxas de alta e infecção hospitalares, mensalmente os líderes do Hospital Espanhol se reúnem para discutir os desafios e propor ações que melhorem a assistência prestada aos pacientes e que contribuam também para a manutenção de um bom clima organizacional. 

De acordo com Ana Patrícia Viana colaboradora do INTS, ao longo de dois anos de atuação no Espanhol, foram implantadas diversas ferramentas de gestão como Ciclo PDCA, Análise SWOT, 5W2H e o método Kamishibai, o que proporcionou melhorias nas entregas operacionais  estratégicas.  “Nossos líderes são agentes multiplicadores que mobilizam e escutam suas equipes. Hoje temos fluxos maduros, condutas bem estabelecidas e protocolos institucionais”, destacou Ana Patrícia.