Depois de palestra introdutória, durante este mês de setembro, os colaboradores do Hospital Espanhol estão recebendo sessões de reike, às quintas-feiras.

No HE, o mês de setembro começou com palestra sobre reike para os colaboradores. Na tarde do dia 8, o médico psicanalista Heldon Patriarcha, especialista em saúde e espiritualidade, ministrou a palestra “O que é o reike e sua aplicabilidade”, para um grupo com cerca de 40 colaboradores, em que muitos nunca tinham ouvido falar sobre o reike.

E o que é o reike?

“O reike é uma técnica que usa a energia universal vital, ajudando não só na cura física, como na mental, na emocional e na espiritual. O reike desbloqueia a energia, regulando o seu fluxo, reequilibrando a saúde e o bem-estar, através dos chakras que são os centros energéticos, distribuídos pelo corpo. E a sua prática é feita pelo terapeuta especializado ou o mestre de reike, por meio da imposição de suas mãos, nos chakras da pessoa atendida” – explica o médico Heldon Patriarcha.

A palestra, promovida pelo NEPS – Núcleo de Educação Permanente em Saúde do Hospital Espanhol, teve o objetivo de esclarecer o conceito do reike e os benefícios da sua prática. Isto para a compreensão e conscientização do profissional de saúde sobre esta terapia de medicina alternativa que é secular. Esta apresentação introdutória serviu para aqueles que não a conheciam e que terão a chance de recebê-la, semanalmente, nos plantões diurnos das quintas-feiras do Setembro Amarelo.

O reike é de origem oriental, iniciado nas primeiras décadas do século XX e foi reconhecido pela OMS em 2017. No Brasil é oferecido pelo SUS como Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares. Assim como a arte-terapia, a meditação e a yoga.

No HE, o reike surpreendeu e agradou

Rogério Nascimento é enfermeiro da UTC – Unidade Transitória de Cuidados do HE, participou da palestra e recebeu do médico Heldon Patriarcha uma aplicação de reike, assim como todos os presentes que também quiseram. Ao término, aparentemente relaxado e meio sonolento, o enfermeiro comentou: “Dá para sentir uma diferença muito grande, entre o antes e o depois de receber o reike. Nós que somos da assistência, ficamos muito tensos, com noites perdidas, dores nas costas… E deu para dar uma relaxada”. Ele não tinha conhecimento sobre a função e os benefícios do reike, na área de saúde. “Inicialmente, eu achava que era uma religião, não sabia o quanto pode ajudar na cura, como medicina alternativa. Então, na palestra de hoje, ampliei meus conhecimentos e ainda saí me sentindo melhor do que cheguei” – contou o enfermeiro.

Uma colega de Rogério Nascimento, técnica de enfermagem da UTC do HE, Maria Cristina da Cruz, também nunca tinha ouvido falar sobre o reike. Teve o seu ministrado pelo palestrante e comentou, após a sessão: “O que mais me chamou atenção foi o conhecimento que adquiri sobre a possibilidade da troca de energia para o reequilíbrio e bem-estar. Quando me sentei para receber o reike, estava com dor de cabeça. Senti a energia das mãos de Dr. Patriarcha e a dor passou”.

O médico Heldon Patriarcha contextualizou a proposta da realização da palestra para os colaboradores do HE: “A redução e alívio do estresse, de dores musculares e de fadigas são alguns dos inúmeros benefícios que o reike proporciona. Portanto, é uma terapia bem adequada para o perfil dos profissionais que atuam no Hospital Espanhol, lidando com pacientes em quadro de covid”.

Cuidar de quem cuida é lema, é tema e é prática do INTS. Cuidar da saúde do colaborador é cuidar do seu maior recurso, o humano, que cuida da saúde de milhares de pessoas beneficiadas em centenas de unidades de saúde sob a sua gestão.

“O INTS está de parabéns! Por esta preocupação com a gente, por este cuidado com os seus colaboradores. Quero parabenizar de verdade e agradecer de coração à instituição” – fez questão de ressaltar a técnica de enfermagem, Maria Cristina da Cruz. E ela tem toda razão. Não é à toa que nosso coração é INTS!