Os 30 novos GCMs (Guardas Civis Municipais) contratados pela Prefeitura de Mogi das Cruzes já estão na fase de treinamento, que deve durar seis meses. Nesta semana, eles concluíram a etapa relacionada à instrução para atuação em casos que envolvam primeiros socorros. A formação ficou a cargo do Samu Regional 192 Mogi das Cruzes, que, sob a gestão do INTS (Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde), é um dos principais parceiros da Prefeitura de Mogi das Cruzes na área da saúde.

Marcio Augusto Gomes é comandante da Romo (Rondas Ostensivas com Motocicletas), mas fez questão de comandar o pelotão de alunos guardas no curso de formação, isto é, fica responsável pela interlocução entre os alunos e a coordenação do curso. Para ele, é importante repassar os valores que ele adquiriu ao longo de sua experiência de 17 anos.

“Hoje se encerra a instrução de primeiros socorros, uma das principais etapas do curso. Isso é fundamental na formação dos alunos, haja vista eles se depararem com uma situação de urgência e emergência na rua e poderem auxiliar o público. Existem casos em que a GCM atuou nos primeiros socorros, salvando vidas. Então, esse curso de primeiros socorros é fundamental na formação dos guardas.”

Responsável pelo treinamento, o enfermeiro do NEP (Núcleo de Educação Permanente) do Samu, Fábio Caxico, explicou que o objetivo do curso é oferecer mais qualidade de atendimento aos mogianos. “Um curso de 42 horas, onde o objetivo é qualificar os alunos em noções de primeiros socorros, para que eles possam atuar nos primeiros atendimentos. E como solicitar o Samu de uma forma adequada, porque muitas vezes eles vão chegar primeiro na ocorrência. Eles chegando, podem solicitar de acordo com o que estão vendo”, concluiu.