Nesta quinta-feira (20), o Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS) concluiu a última etapa da auditoria externa que avaliou a manutenção do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ). Após um dia e meio de avaliação dos processos do Instituto, o auditor líder da Certificadora Brasileira de Gestão (CBG), Eduardo Maia, recomendou a continuidade da certificação ISO 9001:2015.

O sucesso da auditoria é fruto de um trabalho coletivo e já faz parte da cultura organizacional do INTS desde 2014, quando foi certificado pela primeira vez na ISO 9001:2008. Com esta auditoria, em 2023, haverá uma nova recertificação.

Para Taneide Alves, gerente de qualidade do INTS, o processo de auditoria demonstrou o quanto a cultura de melhoria contínua e conhecimento dos riscos do negócio já estão difundidos na empresa. “Esse processo é muito importante para o INTS que preza por uma gestão de excelência na área de Saúde”, avaliou a gerente.

Melhoria contínua nos processos

Eduardo Maia, auditor da CBG, destacou o comprometimento dos colaboradores do INTS com a certificação.

Coordenadora de Projetos e Licitações do INTS, Ane Maia destacou o quanto a auditoria ajudou na implementação de melhorias nas rotinas do setor. “Somos a porta de entrada do INTS, por isso estamos sempre sendo auditados, esse já é o terceiro ano, e tem sido muito importante para nos organizarmos, inclusive em ações do dia a dia”, pontuou.

Quem compartilha da mesma avaliação é a coordenadora jurídica Daniela Castro. Para ela, o processo de auditoria ajuda também na publicização do funcionamento do setor para as demais áreas do INTS. “Deste modo, nossos analistas já estão melhorando os processos internos, com a atualização, por exemplo, dos procedimentos operacionais do jurídico”, afirmou.

A reunião de abertura da auditoria aconteceu na sede administrativa do INTS, em Salvador, e contou com a participação da diretora de governança corporativa, Thayse Barreto, e do presidente Jorge Urpia. Ambos destacaram a importância da certificação para o Instituto.