No mês de janeiro, o Núcleo de Educação Permanente do Samu 192 Regional de Mogi das Cruzes, em São Paulo, promoveu treinamento para os enfermeiros e médicos da região, centrado no tópico de punção intraóssea.

A punção intraóssea (IO) consiste na introdução de uma agulha na cavidade da medula óssea, possibilitando acesso à circulação sistêmica venosa por meio da infusão de fluido na cavidade medular, fornecendo uma via rígida, não colapsável, para a infusão de medicamentos e soluções em situações de emergência. 

O acesso IO pode ser utilizado no trauma, em emergências, e em casos que necessitem de reposição volêmica. Existem vários dispositivos e locais que podem ser usados para um acesso IO.

A iniciativa do Núcleo de Educação Permanente objetivou, portanto, capacitar a equipe de enfermagem do Samu Mogi para a realização da punção intraóssea, em situações de urgência e emergência, na impossibilidade de obtenção do acesso venoso periférico.