Maternidade Lourdes Nogueira: primeira mãe de gêmeas recebe cuidados na unidade

12 de maio de 2023

Confira também as nossas redes sociais:

A jovem Adrielle Monique Nunes de Jesus, 21 anos, moradora do bairro Olaria, é a primeira paciente da Maternidade Municipal Lourdes Nogueira a dar à luz a gêmeas: Helena, que veio ao mundo com 1,650 kg, e Heloísa, que chegou com 1,230 kg, no dia 2 de maio. Em decorrência do baixo peso, que é comum em uma gravidez gemelar, elas precisaram de cuidados específicos, sendo uma encaminhada à UTI neonatal (UTIN) e a outra encaminhada à Unidade de Cuidados Intermediários Convencionais (Ucinco). A pedido da família, estas informações não foram divulgadas antes.

Esta terça-feira, 9, foi um dia histórico para essa família, com o emocionado reencontro das irmãs com a mãe. Elas também foram as primeiras a serem acolhidas na Unidade de Cuidados Intermediários Canguru (Ucinca), que preconiza o contato pele a pele dos bebês com a mãe e com o pai. “Eu estava esperando justamente para sair na foto com minhas duas filhas. Rezei todos os dias por isso e, graças a Deus, esta hora chegou. Estou realizada e sentindo o cheirinho das duas”, relatou, emocionada, a mãe, que conta com o apoio fundamental das avós nesse novo processo de sua vida.

Articulação
Toda a gravidez de Adrielle foi acompanhada por profissionais do Centro de Especialidades Médicas de Aracaju (Cemar), no bairro Siqueira Campos, como é característico na gravidez de gêmeos que, naturalmente, apresenta outros riscos que são devidamente monitorados pelos especialistas. “Foi justamente o médico do Cemar que orientou que viéssemos para a Maternidade Lourdes Nogueira. Chegando aqui, desde a recepção, foi tudo maravilhoso, com médicos, enfermeiros e psicólogos explicando todos os processos, e todos os profissionais muito pacientes e atenciosos”, descreve a mamãe.

De acordo com a coordenadora de Enfermagem da Unidade Neonatal, enfermeira Monique Daniela Cabral, essa realização é fruto de todo o trabalho da equipe multidisciplinar que atua na unidade, obedecendo aos protocolos técnicos estabelecidos.

“Desde a chegada dela na unidade, passando pelo momento do parto, e em todo o processo de recuperação delas aqui, há uma equipe multidisciplinar de médicos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, fisioterapeutas, dentre outros profissionais, estão atentos às necessidades da mãe e dos recém-nascidos. Graças a isso, temos obtido bons resultados, a exemplo da evolução de Helena e Heloísa”, aponta a coordenadora.

Método Canguru
Ainda segundo Monique, o método “Canguru” proporciona inúmeras vantagens nesse processo de recuperação da mãe e dos bebês. “Esse é um método utilizado em todo o mundo e, inclusive, preconizado pelo Ministério da Saúde, pois reforça os laços afetivos com a mãe em todo esse processo de cuidados e repouso até a obtenção da alta hospitalar. Os bebês são mantidos no contato direto, com o calor do corpo da mãe, que proporciona justamente essa interação relatada. E isso vai marcá-las pelo resto de suas vidas”, acrescenta.

Histórico
Com 22 dias de funcionamento (iniciou dia 17 de abril), a Maternidade Municipal Lourdes Nogueira já realizou 145 partos, sendo 45 cesáreas e 100 normais, trazendo ao mundo 77 meninas e 68 meninos, além da realização de mais de 550 procedimentos entre consultas, procedimentos clínicos e ambulatoriais de urgência e emergência.

A Maternidade Municipal Lourdes Nogueira atende 24 horas por dia, todos os dias da semana, e está localizada na rua Procurador José Costa Cavalcante, 64, bairro 17 de Março. O telefone de contato é o (79) 3142-2776.