Ação educativa na UPA Estadual de Feira de Santana enfatiza a importância da lavagem das mãos

22 de abril de 2024

Confira também as nossas redes sociais:

Uma iniciativa realizada na UPA Estadual de Feira de Santana, gerenciada pelo Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), reforça a necessidade de promover práticas de higiene adequada das mãos no ambiente hospitalar. A lavagem das mãos é uma medida simples, porém essencial, que pode salvar vidas e contribuir para a segurança e bem-estar dos pacientes e profissionais de saúde. A equipe da Educação Permanente, Segurança do Paciente e Controle de Infecção  Relacionada à Assistência à Saúde da UPA 24h realizou uma ação educativa na manhã desta segunda-feira, 29 de maio, alusiva ao Dia da Higiene das Mãos, comemorado em 5 de maio, e ao Dia Nacional do Controle das Infecções Hospitalares (15), buscou conscientizar os colaboradores da unidade sobre a importância desse simples ato na prevenção de hospitalizações.

Durante as dinâmicas, os colaboradores foram convidados a participar de atividades que destacaram a lavagem das mãos como forma de prevenção a infecção hospitalar. Em uma delas, os participantes tiveram seus olhos vendados e foram solicitados a lavar as mãos.Tintas coloridas foram aplicadas, e os pontos menos pintados revelaram as áreas que foram menos higienizadas. Essa dinâmica visual influenciou na reflexão sobre a importância de lavar todas as partes das mãos de maneira adequada. Uma segunda dinâmica envolveu a busca por palavras relacionadas ao tema em um caça-palavras. Essa atividade lúdica teve como objetivo explicar didaticamente o passo-a-passo do processo de lavagem das mãos.

“As nossas mãos são potenciais transmissoras de germes, vírus e doenças, se tornando um possível reservatório de diversos microrganismos que podem se transferir de uma superfície para outra, por meio de contato direto (pele com pele), ou indireto, através do contato com objetos e superfícies contaminadas. E a medida individual mais simples e menos dispendiosa para prevenir a propagação das infecções relacionadas à assistência à saúde é a lavagem das mãos! Mesmo sabendo que muitos saibam da importância deste ato, alguns ainda não sabem fazer de forma tão segura e correta, então por isso que essas ações são necessárias e relevantes para a rotina do dia a dia nos serviços de saúde”, afirmou Emanuelle Cunha, enfermeira referência da Vigilância Epidemiológica e Segurança do Paciente da UPA.

No Brasil, estima-se que a taxa de infecções hospitalares atinja 14% das internações, de acordo com o Ministério da Saúde. O simples ato dos profissionais de saúde lavarem as mãos é fundamental para evitar essas infecções. A técnica de enfermagem Elisete Sampaio ressalta a importância dessa ação educativa: “Falar sobre higiene das mãos é algo imprescindível, principalmente para quem trabalha na assistência ao paciente. Uma vez que este ato previne de levarmos infecção de um paciente para o outro e também nos previne de infecção.Ou seja, é importante tanto para nós como para o paciente.”

Na opinião de Tércio Michel, diretor da UPA Estadual, é importante ressaltar que a lavagem das mãos não se restringe apenas aos profissionais de saúde. “Todos os indivíduos, incluindo os pacientes e visitantes, devem ser conscientizados sobre a importância desse hábito para a prevenção de infecções. A disseminação de informações sobre a correta higiene das mãos, tanto no ambiente hospitalar quanto na comunidade em geral, é fundamental para construir uma cultura de prevenção e cuidado”, pontuou Técio.

Hospital Guarapiranga apresenta quatro trabalhos no COSEMS 2024

Hospital Guarapiranga apresenta quatro trabalhos no COSEMS 2024

Unidade municipal de saúde conta com quatro projetos na 20ª Mostra de Experiências Exitosas dos Municípios O Hospital Municipal Guarapiranga, unidade da Secretaria Municipal de Saúde, gerenciada pelo Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), apresenta, entre os...

ler mais