Agosto Dourado: Um mês dedicado a informar e estimular a prática do aleitamento humano e da amamentação

8 de agosto de 2023

Confira também as nossas redes sociais:

Um conjunto de ações integrativas e multiprofissionais para informar e estimular a prática do aleitamento humano e da amamentação durante todo o mês de agosto. Esse é o objetivo do “Agosto Dourado”, um conjunto de iniciativas promovido na Maternidade Municipal Lourdes Nogueira, unidade administrada pelo INTS em Aracaju, que segue um movimento mundial preconizado pela Organização Mundial da Saúde e pelo Ministério da Saúde.

A ação envolve médicos, enfermeiros, nutricionistas, fonoaudiólogos, fisioterapeutas, psicólogos e gestores, além das puérperas e acompanhantes presentes na unidade, numa ação que propõe uma reflexão sobre a importância fundamental da amamentação para a saúde das parturientes e dos bebês.

Na abertura, dia 1º de agosto, a secretária municipal da Saúde de Aracaju, Waneska Barboza, ressaltou a relevância do papel da unidade, a primeira maternidade municipal da capital sergipana, nessa função de difundir informação qualificada. “Nós trabalhamos com as campanhas de divulgação informativa em toda a rede, mas a maternidade exerce um papel preponderante visto que é aqui que as mães, sobretudo as que iniciantes, tomam contato com essa nova realidade e os desafios dessa fase materno-infantil”, argumenta.

A diretora-geral da unidade, Rita de Cássia Leal, destacou a relevância de todos os profissionais estarem nivelados tecnicamente para reproduzir esse conhecimento que está sendo difundido. “A participação de todos é essencial para trabalharmos esses novos conceitos, gerando um efeito multiplicador ainda mais abrangente com os nossos pacientes, acompanhantes e familiares. Nesse sentido, estruturamos a nossa sala de ordenha para que as nossas próprias colaboradores tenham um espaço adequado e confortável para exercerem esse direito que é uma conquista para todas as pessoas que amamentam”.

Os Desafios do Retorno ao Trabalho

A temática selecionada para a “Semana da Amamentação”, que é a primeira semana de agosto, na unidade, focou nos “Desafios do Retorno ao Trabalho”. Uma fase complexa, onde um grande percentual das pessoas que amamentam deixam de fazê-lo. “Esta é uma fase onde o apoio das organizações, dos colegas de trabalho, dos familiares e pessoas próximas é imprescindível, visto que é esta rede que vai permitir a esta pessoa continuar amamentando. Nesse sentido, mantemos um grupo de profissionais e uma estrutura aqui na maternidade para oferecer todas as informações, tirar dúvidas e orientar da melhor maneira tanto as nossas colaboradoras que amamentam, quanto nossas pacientes e familiares”, destaca a responsável pelo posto de coleta de leite humano na maternidade, enfermeira Mariana Cavalcanti.

A programação continuou nesta terça-feira, 2 de agosto com uma palestra sobre a importância da Nutrição, com a nutricionista do posto de coleta, Jesska Machado, e com os “Beneficios do Método Canguru para a Amamentação”, com a médica neonatologista Thaís Bandeira.

Uma das parturientes já atendidas na unidade, incluída no Método Canguru, fez questão de participar da iniciativa, inclusive, amamentando o seu filho durante o evento. “Aqui eu sempre recebi todo o apoio que não encontrei em outros locais para amamentar meu filho com segurança. Todos foram muito gentis e, hoje, sei que o Método Canguru pode proporcionar para mim e para minha filha”, resumiu Evellyn Anunciação, mãe da Amani Anunciação, hoje, com dois meses.