USFs realizam ações especiais até o dia 29 com palestras e demais atividades sobre os benefícios da amamentação no primeiro ano de vida 

Para promover a campanha ‘Agosto Dourado’ em Suzano, mês de conscientização sobre a importância do aleitamento materno, a Secretaria Municipal de Saúde realizou ações especiais sobre o tema nas 12 Unidades de Saúde da Família (USFs). O objetivo foi reforçar junto à população informações e benefícios tanto para a mãe quanto para o bebê, em seu primeiro ano de vida.

Uma equipe composta por médicos, enfermeiros, psicólogos e dentistas realizaram as recomendações devidas. Nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), com informações relacionadas ao assunto sendo disponibilizadas nas salas de espera. As atividades nas USFs começaram no dia 08 de agosto na unidade Antonio Marques de Carvalho, no bairro Jardim Maitê e, na sequência, ocorreu nos demais postos de saúde.

Segundo o Ministério da Saúde, o aleitamento materno é a forma de proteção mais econômica e eficaz contra a mortalidade infantil, protegendo as crianças de diarréias, infecções respiratórias e alergias, entre outras enfermidades. A cor escolhida remete ao ouro, que deve ser o padrão máximo de qualidade da amamentação. O ‘Agosto Dourado’ foi instituído em 1992 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que recomenda a alimentação exclusiva com o leite da mãe para bebês de até seis meses de idade, e sua manutenção até os 2 anos, mesmo após a introdução dos alimentos sólidos.

 O secretário municipal de Saúde, Pedro Ishi, convidou a população para comparecer às unidades de saúde nos momentos das ações e contribuir com a propagação dessa ideia que pode ser vital para um recém-nascido. ‘É um tema muito importante que tem a ver com a saúde da mãe e do bebê. Por isso, foi elaborada uma programação que pudesse garantir as informações necessárias aos moradores. Nossa equipe fará essa orientação, que envolve inúmeros profissionais. A adesão da população e o compartilhamento dessas informações é fundamental para o sucesso da campanha e, principalmente, para a vida dos bebês.’, afirmou o chefe da pasta.