Uma ação articulada e direcionada para as gestantes residentes no bairro 17 de Março, que participam do Projeto “Bebê Luz”, realizado pelo Instituto Mariana Moura, realizou uma visita às instalações da Maternidade Municipal Lourdes Nogueira (MMLN), conhecendo toda a metodologia de atendimento e as instalações da unidade. A iniciativa visa complementar as ações de alcance social da unidade, trazendo a comunidade para conhecer esse novo equipamento da rede municipal de saúde.

“Eu fiquei encantada com algumas coisas, como a banheira e toda a estrutura com vários profissionais para o atendimento. Quando eu vier, já estarei sabendo como funciona e isso vai me tranquilizar muito, pois vi como trabalham esses profissionais”, relata a gestante Nathaly Lima, moradora do bairro, que espera o seu primeiro filho.
No ciclo da visita, as gestantes já foram inclusive cadastradas para que o processo de atendimento seja agilizado quando chegarem à unidade. “É muito importante que elas já venham sabendo sobre a documentação, como funciona o fluxo de atendimento, como será a recepção aos acompanhantes e outros detalhes que facilitam muito a logística de atendimento”, lembra a responsável pelo Núcleo de Educação Permanente (NEP), a enfermeira Luciane Katrine da Luz.

Interação

De acordo com a diretora geral da Maternidade, Rita de Cássia Leal, essa visita é de grande importância para que as moradoras do bairro conheçam e divulguem os serviços oferecidos pela unidade. “Com muita alegria, recebemos essas gestantes para mostrar como funciona o nosso atendimento e tudo o que estará à disposição delas e de todas as gestantes que aqui chegarem. Apresentamos todo o ciclo composto por enfermeiros, médicos, psicólogos, assistentes sociais, nutricionistas, fisioterapeutas e fonoaudiólogos, cuja ação articulada é que compõe nosso conceito de atendimento multiprofissional”, explica a diretora.

Para a coordenadora do projeto “Bebê Luz”, Isabela Alcântara, essa visita é um momento histórico para os objetivos do projeto que é o de promover solidariedade entre as gestantes. “A partir desta visita, com elas conhecendo toda essa estrutura de como elas vão ser atendidas, onde puderam sentir todo o acolhimento de cada profissional, onde foi mostrado que elas não estarão sozinhas em nenhum momento. Isso vai fazer muita diferença na vida delas e de todas as demais que souberem do que elas viram aqui”, afirma Isabela.

Nessa ação sincronizada, a equipe multiprofissional da MMLN vai participar de diversos momentos em ações do projeto “Bebê Luz”, levando informação sobre as ações necessárias para que o acolhimento delas na maternidade seja cômodo e seguro, além de um conteúdo informativo correlato a todo o processo que envolve as puérperas e os recém-nascidos.