Hospital Municipal Guarapiranga avança em tecnologia e transformação digital na checagem beira leito com Tablets

27 de setembro de 2023

Confira também as nossas redes sociais:

A busca por avanços na segurança do paciente e na qualidade da assistência de saúde nunca foi tão prioritária quanto nos dias atuais. O Hospital Municipal Guarapiranga (HMG), sob a gestão do Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), tem se destacado nesse cenário ao implementar uma solução tecnológica: a checagem beira leito com o auxílio de Tablets. 

O objetivo principal do projeto é a sistematização da assistência beira leito, concentrando esforços na checagem de medicações e na segurança do paciente. A utilização de Tablets na beira do leito dos pacientes representa um avanço crucial nesse campo, garantindo maior precisão na administração de medicamentos, reduzindo erros humanos e proporcionando uma assistência mais eficaz. Isso, por sua vez, contribui para aumentar significativamente a segurança e o bem-estar dos pacientes. 

O projeto piloto foi iniciado com a implantação de 10 Tablets, com a meta de atingir um total de 50 quando estiver completamente implementado. A equipe responsável pelo planejamento e execução é composta por profissionais experientes de diferentes áreas: Glaydson Oliveira (Supervisor de TI), Dr. Victor Panont (Diretor Médico), Carmen Domingues (Gerente de Enfermagem) e Diego Mello (Coordenador de Enfermagem). 

O funcionamento do sistema é simples e eficaz: o colaborador faz a leitura da pulseira do paciente com a câmera do Tablet, evitando assim a possibilidade de selecionar o paciente errado no prontuário eletrônico. Após essa leitura, o sistema direciona automaticamente para o prontuário do paciente escolhido, onde o colaborador da assistência realiza suas atribuições, tudo à beira do leito, próximo ao paciente. A checagem dos medicamentos também é feita através do Tablet, onde o colaborador faz a leitura da etiqueta do medicamento. O sistema verifica se o medicamento está de acordo com a prescrição médica, reduzindo significativamente os erros de administração. 

Além da checagem de medicamentos, o sistema permite realizar evoluções, anotações e outros procedimentos essenciais para a assistência. Para os pacientes, os benefícios são evidentes: maior segurança na administração dos medicamentos e a presença constante do colaborador beira leito. Para os colaboradores, a agilidade no atendimento e a confiança de não ter escolhido o paciente errado na administração do medicamento são vantagens notáveis. 

Para Glaydson Oliveira, Supervisor de TI, participar desse projeto foi muito satisfatório, afinal, há um tempo ele enxergava que conseguiriam realizar essa demanda. “A segurança do paciente é uma prioridade incontestável na área da saúde. A checagem de medicações beira leito, com o auxílio de tablets e a integração da tecnologia na sistematização da enfermagem, representa um avanço crucial nesse campo. A sinergia entre enfermagem e tecnologia é essencial para assegurar um cuidado de excelência em saúde”, afirma o supervisor. 

O projeto encontra-se atualmente em fase de teste, mas já está em evolução. Após a capacitação de todos os colaboradores, a intenção é estender a solução para todas as alas do hospital. Além disso, qualquer unidade do INTS que atenda aos requisitos mínimos de infraestrutura poderá ser contemplada com essa inovadora solução. O HMG é pioneiro nesse avanço tecnológico. 

A transformação digital na assistência à beira leito promete revolucionar o cuidado com o paciente e elevar os padrões de segurança na área da saúde. Com isso, o INTS reforça sua missão de prover à administração pública soluções de gestão e tecnologia na área de saúde, educação e ação social buscando a satisfação das partes interessadas, assim como, a conformidade com as legislações aplicáveis.