Médico Almir Santana realiza palestra para colaboradores da Maternidade Municipal Lourdes Nogueira durante o “Dezembro Vermelho”

22 de abril de 2024

Confira também as nossas redes sociais:

Uma manhã de informação, atualização e motivação na luta contra as infecções sexualmente transmissíveis (IST’s) e o vírus HIV. Essa foi a temática abordada pelo médico sanitarista e coordenador estadual do Programa IST/Aids em Sergipe, Almir Santana. A palestra reuniu profissionais de saúde e colaboradores da Maternidade Municipal Lourdes Nogueira (MMLN), na manhã desta segunda-feira,11, na programação alusiva à campanha “Dezembro Vermelho”.
Almir Santana apresentou dados mundiais sobre HIV/AIDS e focou nos números encontrados em Sergipe, sobretudo no que se refere à recém-nascidos e gestantes, que são o público da MMLN. “Em Sergipe, registramos 39 crianças com AIDS de 2011 a 2023. 23 crianças com HIV, de 2011 à 2023, 82 crianças expostas no ano de 2023 e, ainda, 82 gestantes com HIV, sendo 40 ainda em acompanhamento. Muitas destas poderão vir parir aqui”, alertou Dr. Almir, ao reforçar a importância do cumprimento dos protocolos estabelecidos para evitar transmissão após o parto e a suspensão da amamentação nesses casos.
Peculiaridades
Um dos relatos que impactou a todos referiu-se à um caso onde a mãe e a criança tiveram resultado negativo para HIV e, nos meses seguintes, um exame detectou o vírus na criança, gerando muitos questionamentos. “Depois de uma minuciosa investigação, chegou-se ao fato de que a mãe, amamentando, teve uma relação sexual desprotegida e continuou a amamentar seu filho, quando se deu a transmissão do vírus. Esse foi o fato gerador e nos chama a atenção para a complexidade dessa prevenção”, exemplificou Almir Santana.
Ele ainda detalhou todos os cuidados para a redução de riscos de infecção, a exemplo da chamada “amamentação cruzada”, mulheres diferentes da parturiente amamentando uma criança, que é desaconselhada pelos riscos que pode oferecer. “Sobretudo nas localidades mais distantes ainda encontramos práticas como essas que são extremamente arriscadas”, evidenciou.
Profilaxia
As profilaxias “Pós” e “Pré” exposição às situações de risco também foram detalhadas com sua logistica explicada para os profissionais. Segundo o médico, em situações de violência, descuido, ou eventual rompimento do preservativo durante a relação sexual, pode ser adotada a PEP – Profilaxia pós Exposição, em até 72 horas após a relação, que é oferecida nas UPAS´s Nestor Piva, Fernando Franco e no Cemar. E hoje há ainda o PrEP – Profilaxia Pré Exposição, que pode ser adotada em situações específicas. As situações se coadunam com a logística já existente na MMLN para atendimento às vítimas de violência.
“Nossa meta tem sido ampliar cada vez mais a oferta de informação, preservativos e os testes para quem eventualmente se expôs a situações de risco. Por isso, já vamos deixar aqui um dispenser com preservativos à disposição do público da maternidade”, destacou.
Opinião
Para a enfermeira que atua na Central de Material Esterilizado (CME), Rafaela Xavier, a exposição das situações e inovações correlatas à prevenção são de extrema importância para todos os profissionais de saúde. “Estamos expostos à uma rotina na maternidade que nos cobra essa atualização constante sobre os métodos e técnicas nos mais variados segmentos. Contar com um palestrante do nível de Almir Santana é um privilégio, pois ele acompanha todas as inovações dessa área”, registrou.
Opinião que foi reforçada pela também enfermeira coordenadora do Núcleo de Educação Permanente (NEP), Luciane Katrine, que reforçou o intuito da capacitação constante. “Novas pesquisas e evidências científicas surgem a todo momento. Nesse sentido, é fundamental que busquemos justamente autoridades nos temas como o nosso reconhecido médico Almis Santana, para nos trazer as informações mais recentes para balisar nossos procedimentos e condutas. Por isso, queremos agradecer muito a disposição dele em vir realizar essa palestra”, concluiu.

Hospital Guarapiranga apresenta quatro trabalhos no COSEMS 2024

Hospital Guarapiranga apresenta quatro trabalhos no COSEMS 2024

Unidade municipal de saúde conta com quatro projetos na 20ª Mostra de Experiências Exitosas dos Municípios O Hospital Municipal Guarapiranga, unidade da Secretaria Municipal de Saúde, gerenciada pelo Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), apresenta, entre os...

ler mais