Diretoria-Geral do Hospital Metropolitano reúne lideranças para acompanhar desempenho dos indicadores e estabelece nova metodologia

1 de abril de 2024

Confira também as nossas redes sociais:

Onde estamos? Onde queremos chegar? Quanto falta para alcançar as metas estabelecidas no contrato de gestão? Foi respondendo a essas perguntas que o diretor-geral do Hospital Metropolitano, Ricardo Bricidio, reuniu, mais uma vez, na tarde desta quarta-feira (27), as lideranças das áreas administrativas e assistenciais para acompanhar os indicadores de desempenho qualitativos e quantitativos da unidade.

“A nossa contratante, a Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (SESAB), estabelece metas para que possamos gerir o hospital e avalia, trimestralmente, o nosso desempenho no alcance destes indicadores. Nosso objetivo, com essa reunião, é sempre reforçar a responsabilidade que temos em administrar um hospital de grande porte, com 265 leitos, como o Hospital Metropolitano. Que possamos, juntos, fazer um hospital cada dia melhor para aqueles que mais precisam dos serviços de saúde que prestamos aqui”, incentivou Ricardo Bricidio.

De acordo com o diretor, estas reuniões sempre foram realizadas desde que o Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS) iniciou a gestão emergencial do hospital, há quase nove meses, mas a periodicidade era mensal. Para aprimorar, ainda mais, o acompanhamento dos resultados, ele resolveu adotar uma nova metodologia e dividiu o mês em decêndio, ou seja, pelo período de 10 dias.

“Agora, temos três reuniões no mês para avaliar os períodos dos dias 1º a 10, de 11 a 20 e de 21 a 30/31. A intensificação destes encontros permite um maior envolvimento da equipe e o esforço conjunto para alcance dos resultados”, explicou.

Além da diretoria, o encontro contou com a participação das gerências administrativa/financeira e operacional, além de áreas assistenciais como Medicina, Enfermagem, Farmácia, Psicologia, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Regulação, Nutrição e de áreas administrativas como Tecnologia da Informação, Recursos Humanos, Operações, Qualidade, Comunicação, Auditoria, Faturamento, Contas Médicas e Manutenção. A gestora de Pessoas e Operações do INTS, Ana Patrícia Viana, também marcou presença na reunião.