Hospital e Maternidade de Suzano realiza primeira cirurgia de marca-passo

28 de junho de 2024

Confira também as nossas redes sociais:

Implantação do equipamento cardíaco ocorreu em paciente de 67 anos que apresentou boa recuperação no pós-operatório

O Hospital e Maternidade de Suzano (HMS), vinculado à Secretaria Municipal de Saúde e gerenciado pelo Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), realizou sua primeira cirurgia para implantação de marca-passo em um paciente. O procedimento representa um marco para a unidade, que está instalada no prédio da antiga Santa Casa de Misericórdia desde o dia 15 de maio, data em que o local passou a ser administrado pela organização.

A implantação do equipamento foi realizada em um paciente de 67 anos que deu entrada no Pronto-Socorro (PS) do HMS no dia 18 de junho apresentando um quadro de bradicardia (ritmo cardíaco irregular ou lento). As equipes do hospital avaliaram a situação do idoso e entenderam que era necessário realizar um procedimento de emergência para colocar o marca-passo temporário.

Em menos de 12 horas, a implantação do marca-passo foi aprovada e o paciente foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital. A cirurgia foi realizada no dia seguinte (19 de junho), sendo concluída e considerada um sucesso pela equipe médica. O idoso apresentou boa recuperação no pós-cirúrgico e, em seguida, foi transferido para o Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo, em Mogi das Cruzes, para a implantação do marca-passo definitivo.

O diretor médico do HMS, Luiz Bot, comemorou o sucesso no procedimento e citou o ganho que a unidade terá com a administração do INTS. “É muito reconfortante poder fornecer o máximo possível de recursos aos munícipes. Agora, a população que depende do SUS em Suzano tem acesso a procedimentos mais complexos para melhor conforto e segurança no atendimento médico de média complexidade”, declarou.

Para o secretário de Saúde, Diego Ferreira, o êxito no procedimento mostra que a população pode confiar na nova equipe que realiza os atendimentos no HMS. “Estamos falando de uma cirurgia cardíaca bastante complexa realizada em uma pessoa idosa que teve uma boa recuperação no pós-operatório. Isso mostra a capacidade e a competência do INTS na administração não só da nossa antiga Santa Casa, mas também do nosso antigo PS Municipal e do PS Infantil. Parabenizo a todos por esse marco importantíssimo para o hospital”, afirmou Ferreira.

Mudança

O complexo que envolve a antiga Santa Casa, o PS Municipal e o PS Infantil é administrado desde o dia 15 de maio pelo INTS. A alteração representa um salto de qualidade, possibilitando a realização de vários serviços oferecidos no município com mais qualidade e agilidade e aprimorando o acolhimento realizado na própria unidade, que, além de seguir recebendo pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), passou a oferecer novos recursos, como a cirurgia de implantação de marca-passo temporário, realizada sob demanda.

Além disso, o equipamento passou por reforma do mobiliário, melhoria da qualidade de trabalho para os funcionários, garantia de pagamento de todos encargos e direitos trabalhistas dos profissionais que estavam na Santa Casa e aceitaram seguir no novo hospital, entre outros benefícios. O HMS conta com 99 leitos de enfermagem, sendo 73 ativos, Pronto-Atendimento de Ortopedia, Pronto-Atendimento da Mulher, Posto de Coleta de Leite Humano, UTI Neonatal, UTI Adulto, Ortopedia e Traumatologia, Anestesiologia, Ala Cirúrgica, Ala Médica, Raio-X, Ultrassonografia, Tomografia, Mamografia e Ecocardiograma.