Departamento Pessoal do INTS realiza visitas técnicas e treinamentos nas unidades

Departamento Pessoal do INTS realiza visitas técnicas e treinamentos nas unidades

Entre os dias 08 e 17 de julho, lideranças do Departamento Pessoal do INTS – Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde, percorreram unidades, sob gestão do Instituto, para realizar visitas técnicas e treinamentos. Esta é mais uma ação do Departamento de Administração de Pessoas da Sede Coorporativa, com o objetivo de desenvolver, reciclar e promover a troca de experiências e conhecimentos, além de garantir a qualidade da prestação de serviços entre as unidades e a sede corporativa.

Com o tema ‘Departamento Pessoal do Zero, Práticas e Embasamento Legal’ e com apresentação do Coordenador do Departamento Pessoal Corporativo, Fábio Alves, os treinamentos contaram com a presença de mais de 60 colaboradores do INTS, sendo desde profissionais do departamento pessoal até convidados das áreas administrativa, financeira, recursos humanos, prestação de contas e contabilidade.

As unidades beneficiadas por esta iniciativa foram Minas Gerais, Suzano, Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba, Guarapiranga e Região SACA. Os temas abordados percorreram por: Rotinas do Departamento Pessoal, Obrigações Acessórias Trabalhistas, Legais, Governamentais, prazos e processos operacionais.

O Gerente de Administração de Pessoal, Marcelo Carvalho, também esteve presente nesses momentos e afirma: “tenho a satisfação de, ao lado de Fábio, cumprir esse importante compromisso com as equipes, de reciclar os conhecimentos em relações trabalhistas, dando a eles mais autonomia e celeridade na solução dos problemas e orientação aos nossos colaboradores”.

Greice, líder dos supervisores de Minas Gerais, comenta sobre esta experiência ofertada pelo DP: “estamos passando hoje pelo treinamento para alinharmos todas as informações e passar conhecimento para todos os nossos colaboradores, com isso vamos atender melhor todos os nossos municípios”.

Com isso, o INTS reafirma seu compromisso de qualificar os seus colaboradores, desenvolvendo-os para ofertar, cada vez mais, uma prestação de serviços de qualidade para os nossos clientes.

SAMU Mogi realiza treinamento de primeiros socorros para professores em Salesópolis

SAMU Mogi realiza treinamento de primeiros socorros para professores em Salesópolis

Iniciativa atende à Lei Lucas e capacita 200 educadores de quatro turmas para lidar com emergências nas escolas

Nos dias 16 e 17 de julho, o SAMU de Mogi das Cruzes, São Paulo, administrado pelo INTS, realizou um treinamento de primeiros socorros em duas escolas do município de Salesópolis. A ação, que envolveu quatro turmas e totalizou 200 professores, visa atender à Lei Lucas, uma legislação federal que exige a capacitação de educadores em noções básicas de primeiros socorros.

Esse treinamento é fundamental para preparar os professores para situações de emergência, equipando-os com o conhecimento necessário para prestar os primeiros socorros. “É uma ação extremamente importante, pois medidas simples podem salvar vidas” relatou a enfermeira Ana Heloísa de Moraes.

Durante o curso, foram abordadas diversas situações de emergência, incluindo a correta Sabordagem em casos de crises convulsivas: “Ainda existem muitos mitos em torno do que se fazer em um episódio de crise Sconvulsiva, sendo a principal ação, a lateralização da vítima para garantir sua segurança até a chegada de ajuda profissional” completou enfermeira da Samu Mogi, Ana Heloísa Moraes.

Outras técnicas essenciais foram ensinadas, como a manobra de Heimlich para casos de engasgo, e a ressuscitação cardiopulmonar (RCP), aumentando assim as chances de sobrevivência e desfecho positivo em situações críticas.

A implementação da Lei Lucas e os devidos treinamentos são passos importantes para criar um ambiente escolar mais seguro, garantindo que os professores estejam aptos a prestar os primeiros socorros de forma correta e eficaz.

SOBRE A LEI LUCAS

Sancionada em 2018, ela tem como objetivo proteger as crianças do ensino infantil e básico de acidentes em ambientes escolares. Ela torna obrigatória a capacitação em primeiros socorros para professores e funcionários de escolas públicas e privadas.

Essa lei foi desenvolvida baseada na história de Lucas Begalli, que com apenas 10 anos, perdeu a vida em uma excursão escolar devido a uma asfixia mecânica, causada por um pedaço de salsicha. O caso mostrou que agir de forma rápida e correta nos primeiros minutos de um engasgo são cruciais para a sobrevivência da criança; e que todos os educadores devem estar devidamente preparados parar lidar com situações como essa.

USF Jardim Ikeda apoia campanha do “Julho Amarelo” com orientações e vacinação

USF Jardim Ikeda apoia campanha do “Julho Amarelo” com orientações e vacinação

A Unidade de Saúde da Família (USF) Jardim Ikeda é mais um equipamento de Suzano que está engajado na luta de combate às hepatites virais. Em apoio à campanha do “Julho Amarelo”, foi realizada na última quinta-feira (18), uma ação de conscientização e disponibilizadas vacinas contra a doença.  As equipes destacaram a importância da prevenção, meios de contaminação, diagnóstico precoce e formas de tratamento dos diversos tipos de hepatites virais.

Erika Rosa, enfermeira-gerente da USF Jardim Ikeda, comentou sobre a atividade: “Hoje, realizamos uma ação focada nas hepatites virais, oferecendo orientações sobre a doença. Avaliamos a carteirinha de vacinação de quem trouxe, administramos a vacina para aqueles que nunca a tinham recebido e realizamos o teste rápido de hepatite. A unidade também está disponível para quem não conseguiu fazer o teste hoje, permitindo que retornem na semana seguinte”.

Sobre a doença

As hepatites virais são um grave problema de saúde pública, tanto no Brasil quanto no mundo. Elas afetam diretamente o fígado, podendo causar desde alterações leves até as mais graves que, muitas vezes, provocam infecções silenciosas, sem apresentação de sintomas. Quando manifestam, podem incluir cansaço, febre, mal-estar, tontura, enjoo, vômitos, dor abdominal, pele e olhos amarelados, entre outros sintomas.

No Brasil, os tipos mais comuns de hepatite são causados pelos vírus A, B e C. Além desses, existem os vírus das hepatites D e E, sendo o primeiro mais comum na região Norte do país. Por não apresentarem sintomas na maioria dos casos, muitas pessoas desconhecem a infecção, permitindo que a doença evolua por décadas sem diagnóstico. Esse avanço pode comprometer o fígado, levando a fibrose avançada, cirrose, câncer e, em casos extremos, a necessidade de um transplante de órgão.  crônicas.

O “Julho Amarelo” utiliza a cor amarela como símbolo de alerta e cuidado com o fígado, destacando a importância da prevenção e do tratamento das hepatites virais.

 

Campanha da USF Jardim São José destaca prevenção contra Hepatites Virais

Campanha da USF Jardim São José destaca prevenção contra Hepatites Virais

As ações incluíram orientações, testes rápidos e participação de profissionais de saúde para conscientizar a população.

A USF Jardim São José, localizada no município de Suzano, também está apoiando a Campanha do “Julho Amarelo”. Na última terça-feira (16), realizou uma ação voltada para a conscientização e prevenção das hepatites virais. O evento contou com uma palestra educativa sobre o tema, abordando pontos fundamentais sobre as hepatites, suas causas e tratamentos disponíveis. A iniciativa contou com a presença de colaboradores, pacientes e acompanhantes. O evento também ofereceu sessões de auriculoterapia e um delicioso café da manhã.

O convidado para ministrar a palestra foi Dr. Paulo Henrique, médico da Estratégia de Saúde da Família na unidade. Ele fez uma abordagem geral sobre o tema, pontuando os diversos tipos de hepatites, principais sintomas e formas de prevenção.   “Em julho, realizamos ações temáticas sobre as hepatites virais, e hoje, aqui no Jardim São José, focamos em informar a população sobre essa importante questão de saúde pública”, relatou.

Durante a palestra, o público também teve a oportunidade de esclarecer dúvidas sobre os modos de contaminação, quadro clínico dos pacientes e a disponibilidade de testes rápidos na rede pública de saúde, essenciais para a detecção precoce das hepatites; doenças que muitas vezes apresentam poucos sintomas iniciais, mas que podem levar a complicações graves. “Durante a ação, tivemos atividades com a participação de profissionais de enfermagem, médicos e fisioterapeutas. Orientamos os pacientes, respondemos perguntas e fornecemos orientações detalhadas”, acrescenta o Dr. Paulo.

Os pacientes que precisarem podem buscar atendimento em qualquer unidade de saúde durante o horário comercial, seja nas UBS, USFs ou no CTA SAI, para realizar o teste rápido. “Quem tiver dúvidas ou interesse pode comparecer às unidades. Estamos abertos, este mês é muito importante e esperamos vocês”, finaliza.

 

Programa de Desenvolvimento de Equipes foi realizado para os contratos do INTS

Programa de Desenvolvimento de Equipes foi realizado para os contratos do INTS

O Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS) conduziu com sucesso o Programa de Desenvolvimento de Equipes (PDE) para seus contratos, visando aprimorar as competências técnicas e comportamentais dos colaboradores. O treinamento ocorreu de forma online, entre os dias 12 e 27 de junho, sob a coordenação de Zeni Silva, Coordenadora de Melhoria Contínua do RH.

O tema deste módulo foi “Autogestão” e os colaboradores aprenderam que, na esfera pessoal, esta é uma habilidade de tomar decisões conscientes e responsáveis em relação ao próprio bem-estar, saúde, finanças, relacionamentos e desenvolvimento pessoal.

Já na esfera profissional, esta habilidade envolve a capacidade de assumir responsabilidades por suas tarefas, prazos e resultados no trabalho, mesmo sem supervisões constantes. Envolve habilidades como gerenciamento de tempo, priorização de tarefas, comunicação eficaz, colaboração com colegas e autorreflexão para melhorar o desempenho.

O PDE tem como missão desenvolver continuamente as habilidades dos colaboradores, assegurando melhores resultados para o INTS e mantendo a equipe motivada e comprometida com os valores institucionais.

Luciana Kátia Inácio Pires, enfermeira do SAMU, destacou a relevância do autoconhecimento abordado na palestra: “Foi excelente. A falta de autoconhecimento afeta a autoestima, incentiva a autocrítica e comparação com o outro, mas a palestrante soube expressar de forma clara e assertiva colaborando de forma significativa aos colaboradores ali presentes. Sem dúvida atitudes e comportamentos são a chave para uma carreira promissora e de sucesso.”

André Silva, condutor de veículos de urgência do SAMU Mogi das Cruzes, expressou sua gratidão pela palestra sobre autogestão: “Foi enriquecedora e inspiradora. As estratégias de autogestão compartilhadas são inestimáveis. Aprendi a importância de definir metas claras, criar um plano de ação e gerenciar meu tempo de forma eficiente. As dicas práticas para lidar com o estresse e manter o equilíbrio entre vida pessoal e profissional, foi um privilégio poder participar e absorver esses conhecimentos e experiências.”

Jefferson Bezerra Nascimento, técnico em segurança do trabalho do Hospital Municipal de Guarapiranga, ressaltou a transformação proporcionada pelo PDE: “Investir no crescimento individual de cada membro enquanto promovemos a coesão grupal não só fortalece nossa capacidade de alcançar metas, mas também enriquece nossa dinâmica interna. Cada passo é fundamental para identificar talentos ocultos, melhorar habilidades técnicas e fortalecer nossos laços como uma unidade coesa.”

Zeni Silva enfatiza a importância da participação no PDE: “O programa desenvolve competências essenciais para o dia a dia. É um momento de troca de experiências, fortalecimento do time e crescimento dos colaboradores, resultando em uma equipe de alta performance.”

O INTS espera que o PDE Contratos continue promovendo desenvolvimento, reflexões e aprendizados para colaboradores em todo o Brasil. Os temas e dinâmicas são estrategicamente pensados para apoiar cada colaborador em seu processo de transformação, mostrando que são capazes de alcançar seus objetivos.