Saúde mental é tema de palestra no Hospital Manoel Victorino, em Salvador

Saúde mental é tema de palestra no Hospital Manoel Victorino, em Salvador

O Serviço de Psicologia do Hospital Manoel Victorino, na Bahia, em parceria com a Comissão de Humanização, promoveu uma ação referente a Campanha Janeiro Branco, que busca promover a importância da saúde mental para as pessoas, no auditório da unidade, para encerrar o mês, tendo como público-alvo os o time de colaboradores do hospital.

Durante o encontro, foi realizada uma palestra ministrada pela psicóloga Ana Paula Tavares que realizou abordagem sobre autoconhecimento, qualidade de vida e possibilidades em lidar com os desafios da vida “adotando uma postura mais saudável para si e para a relação com o outro”.

Em seguida, foi desenvolvida uma atividade vivencial através de uma prática de meditação proporcionando um momento de pausa mental. Ao término, foi oferecido um coffee break para os colaboradores que participaram da ação.

O Janeiro Branco não passou em branco no Hospital Espanhol

O Janeiro Branco não passou em branco no Hospital Espanhol

“Os pilares da saúde mental em equilíbrio” foi o tema da palestra proferida pela psicóloga Christianne Gomes, no penúltimo dia do Janeiro Branco, para os profissionais do HE.

“Vocês sabem por que Janeiro Branco?” Esta foi a primeira pergunta da palestrante para uma plateia atenta e questionadora com cerca de 50 profissionais de saúde que, na maioria das vezes, dedica o seu tempo para cuidar do outro, em jornadas duplas ou até triplas de trabalho. Nesta área, infelizmente, é comum o profissional ter mais de um vínculo empregatício e emendar plantões. Nesta realidade, que há cansaço físico, é fato e claro. E o cansaço emocional, como fica? Como fica a saúde mental?

Para falar sobre isso, trocar ideias, sentimentos e experiências, o grupo passou parte da tarde do dia 30 de janeiro, sob a condução da psicóloga Chris Gomes. “Chris”, numa forma carinhosa e mais íntima, porque ela também já foi colaboradora do Hospital Espanhol, na pandemia, e conhece bem o estresse emocional de se atuar numa Unidade exclusiva para atendimento de pacientes com Covid.

Mas vamos voltar à primeira pergunta da palestra e à explicação dada pela psicóloga: “A origem do nome janeiro vem de Jano, Janus – em latim, Deus romano, mediador entre tempos diferentes, protetor dos inícios e dos fins. No primeiro mês do ano, costumamos, simbolicamente, traçar metas, começos ou recomeços. Sendo o começo de uma nova etapa, temos uma folha em branco, limpa para escrever mais um capítulo da nossa história”.

O Janeiro Branco entrou na paleta colorida anual do Calendário da Saúde, em 2014. Foi criado por um grupo de psicólogos mineiros, dentre eles Leonardo Abrahão que percebeu a necessidade de se alertar a população sobre os cuidados com a saúde mental. E a Campanha Branca foi logo reconhecida pela OMS que considera o corpo, o espírito e a mente como os pilares básicos para o equilíbrio da saúde mental.

Doença Mental é individual com consequência coletiva

As doenças de caráter mental, como a depressão, a ansiedade, a Síndrome do Pânico, tantas vezes não são percebidas ou assumidas. Por falta de conhecimento e informação, por medo da incompreensão, por vergonha dos julgamentos. A falta de diagnóstico e acompanhamentos médicos, terapêuticos, psicológicos, podem fazer o problema crescer como uma bola de neve, causando graves consequências pessoais, familiares, profissionais e sociais para o indivíduo acometido e pessoas dos seus ciclos.

A psicóloga Christianne Gomes lembra que saúde não significa ausência de doença. Há falta de saúde, em condições não perceptíveis de forma clara. “E o profissional de saúde, que lida diretamente com doenças, precisa estar bem, para poder cuidar bem. Do contrário, ele não vai prestar uma assistência de qualidade. Fazemos esta associação, ao que acontece numa viagem de avião, onde há a orientação para que, em caso de despressurização, pane ou emergência, primeiro devemos colocar a nossa própria máscara, para depois ajudar o outro. Assim deve ser o nosso cuidado pessoal.”

Aline Luquini, Coordenadora de Nutrição do HE, atenta à palestra, sentada na primeira fila, reforçou esta colocação, quando afirmou que: “Só vamos conseguir auxiliar o próximo se, primeiramente, voltarmos o olhar para o nosso interior e para nossa saúde, sobretudo a mental”.

O tema do Janeiro Branco 2023 é o Equilíbrio. “Tendo em vista que o ser humano é um ser integral, uma saúde mental equilibrada ancora-se nos pilares físico, mental e espiritual que devem atuar em harmonia na nossa vida” – explica Chris Gomes.

Quem cuida da mente, cuida da alma

A Coordenadora das Enfermarias do HE, Rebeca Cunha, com o apoio da colega e também enfermeira Kelly Menezes, distribuiu para suas equipes um mini kit com balinha e um card contendo “10 dicas para cuidar da sua saúde mental”, enfatizando que quem cuida da mente, cuida da alma. “Nada mais assertivo que, enquanto instituição, voltemos o nosso olhar, o nosso cuidar para os NOSSOS. Acender o pisca-alerta interno de cada um de nós para o entendimento que o amanhã só será possível com o equilíbrio entre corpo, mente e espírito. Como foi muito bem explanado e elucidado pela palestrante de hoje, Christianne Gomes” – ressaltou Rebeca.

A palestra foi organizada pelo NEPS – Núcleo de Educação Permanente em Saúde do Hospital Espanhol e o convite à palestrante feito pela então Gerente Operacional do HE, enfermeira Claudiana Pereira. Patrícia Fontes, enfermeira do NEPS, considerou a palestra importante, independente de ser Janeiro Branco. Para que a equipe pudesse escutar a necessidade de cuidar da saúde mental, entender que a instituição presta atenção aos colaboradores que estão há três anos enfrentando as nuances da pandemia e passando no contexto atual pós-pandêmico com sequelas em todos os níveis. Além de alertar sobre a existência da síndrome de depressão pós-covid. “Lidamos com a irregularidade da saúde mental, com transtornos diários e rotineiros que podem nos levar a um desequilíbrio psíquico e emocional” – alertou Patrícia Fontes.

“Cuidar e estar atento à nossa saúde mental deve ser feito o ano todo e não somente no Janeiro Branco”, pediu Christianne Gomes. Para ela, este cuidado com quem cuida é o cuidar da matéria-prima da assistência na saúde, que é o profissional. Isto é motivador. E profissional motivado agrega resultado.

O Janeiro Branco dá as boas-vindas ao Fevereiro Roxo, mês da conscientização do lúpus, do Mal de Alzheimer e da fibromialgia. Doenças diretamente relacionadas à Saúde Mental. E qual doença não é?… Fica a dica: “mens sana, corpore sano”, do latim. Mente sã, corpo são, para todos nós!

Avaliação trimestral de resultados reúne diretores do INTS na Bahia, São Paulo e Ceará

Conectados através da internet, o corpo diretivo do Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS) se reuniu, nesta terça-feira (31), para avaliar os resultados obtidos com as unidades de saúde sob contrato de gestão em São Paulo, Ceará e Bahia. O balanço dos doze meses 2022, segundo os líderes do Instituto, aponta positivamente para um ano com mais resultados e eficiência operacional.

A abertura do encontro, na sede do Instituto, em Salvador, foi realizada pelos presidente e superintendente geral, José Jorge Urpia e Ian Cunha, respectivamente. Eles destacaram suas missões em preparar a organização para o futuro e em transmitir para todos os colaboradores cultura, princípios e metas que regem o INTS. “Estamos muito felizes com esse momento, em que podemos trocar experiências e compartilhar os resultados alcançados”, afirmou Ian na abertura da reunião. 

Cesar Roberto Damázio, gerente administrativo do INTS na Região Saca, em São Paulo, assistiu ao encontro com as apresentações das diretorias e destacou a importância do momento. “É de fato muito importante se familiarizar com os resultados institucionais, neste dia que foi muito produtivo. Apresentamos os resultados obtidos aqui em Saca, mas conhecemos um pouco mais do que tem sido feito pelo Instituto nos outros estados”, resumiu o gerente. 

O momento serviu também para oficializar mudanças no comando de dois contratos do INTS. Silvia Herranz, antes diretora do Hospital Espanhol, em Salvador, agora assume a Diretoria Geral em Itaquaquecetuba, São Paulo. O Espanhol, que é o centro de referência para tratamento de Covid-19 na Bahia, terá como diretora geral Priscila Souza, que era responsável pela Unidade de Pronto Atendimento (UPA) 24h de Brotas, na capital baiana. 

A Reunião Trimestral de Diretoria apresentou ainda as perspectivas de ampliação de contratos do INTS em 2023. Em março, por exemplo, começam os trabalhos na Maternidade Lourdes Nogueira, em Aracaju, Sergipe. 

Confira o vídeo:

Related: onoway bulldog breeder, docker secret as environment variable, australian shepherd husky mix puppies for adoption, rootless podman in docker, pharaoh hound excited, cavachon intelligence ranking, oldest cairn terrier on record, german wirehaired pointer puppies near madrid, teacup pomeranian for sale in illinois, rottweiler puppies fairbanks, ak, german wirehaired pointer puppies for sale in washington state, robby’s boxer puppies, are airedale terriers aggressive, shih tzu puppy for sale in selangor, dachshund x chihuahua for sale near alabama,

Conexão INTS traz Ian Cunha para bate papo sobre Gestão de Tempo e Produtividade

Conexão INTS traz Ian Cunha para bate papo sobre Gestão de Tempo e Produtividade

No mês de janeiro, o podcast produzido pela Comunicação Corporativa do INTS, o “Conexão INTS”, chegou ao seu 9º episódio. O convidado para essa edição foi o Superintendente do Instituto, Ian Cunha, que falou sobre “Gestão de Tempo e Produtividade”.

Empresário, investidor e executivo com anos de experiência no mercado, Ian iniciou o encontro com relatos sobre sua trajetória e como utilizou técnicas e planejamento em cada etapa de sua vida profissional. A importância de uma boa estratégia para o tempo usado nas atividades e a produtividade que delas decorrem, foram destacados por Ian ao longo do papo.

“Produtividade é você ter eficiência em como você executa um trabalho e como você utiliza os recursos envolvidos naquele trabalho”, definiu o gestor no início da entrevista. “Existe uma confusão que acham que ter um dia corrido e ocupado que elas estão tendo um dia produtivo. Se ocupar é basicamente você ter uma série de atividades não priorizadas, importantes ou não, urgentes ou não, que vão te conduzir para o seu objetivo diário, semanal, sua meta de sua vida ou não. E quando você é produtivo você elenca as suas atividades, organiza as suas atividades, e você tem uma metodologia por trás de tudo isso”, resumiu.

Durante o episódio, Ian também apresenta os cinco pilares que ele utiliza para alcançar uma alta performance em suas atividades: clareza, foco, consistência, metodologia e mindset. 

Para ouvir a íntegra do podcast, acesse os canais oficiais do INTS no Youtube ou Spotify.

Ouça agora:

▶️ Youtube: https://lnkd.in/dvR9Snd4

▶️ Spotify: https://lnkd.in/dUkHiMxZ

SAMU Mogi das Cruzes realiza palestra para o Janeiro Branco

SAMU Mogi das Cruzes realiza palestra para o Janeiro Branco

No mês de janeiro, o SAMU 192 Regional Mogi Das Cruzes promoveu a realização de uma palestra com as psicólogas do CAPS Marcela Guanais e Carolina Liz Pariol, como forma de propagação da campanha do Janeiro Branco, mês de Incentivo aos Cuidados com Saúde Mental. as palestrantes falaram sobre como identificar e lidar com os pensamentos do dia a dia que podem causar angústias e estresses que podem ocasionar problemas para a saúde mental.

O Janeiro Branco tornou-se uma mobilização nacional desde 2014, a partir de um grupo de psicólogos de Minas Gerais. O idealizador da campanha é o psicólogo Leonardo Abrahão.

No primeiro mês do ano, em termos simbólicos e culturais, as pessoas estão mais propensas a pensarem em suas vidas, em suas relações sociais, condições de existência, emoções e em seus sentidos existenciais. De acordo com estudiosos da área, é o momento em que a campanha se vê mais adequada de ser realizada, para dar auxílio para essas questões da saúde mental.

Em Mogi, colaboradores do INTS que integram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) assistiram às palestras e parabenizaram a iniciativa.

Diversidade de gênero é tema de encontro no Hospital Municipal de Guarapiranga

Diversidade de gênero é tema de encontro no Hospital Municipal de Guarapiranga

No dia 19 de janeiro, os líderes do Hospital Municipal de Guarapiranga, em São Paulo, participaram de uma palestra sobre diversidade de gênero, ministrada pela psicóloga Vitória Freitas. Identidade de gênero e os diferentes tipos de orientação sexual, entre outros tópicos foram abordados durante o encontro.

Devido ao recebimento de pacientes transgêneros na unidade, foi avaliado e considerado essencial a realização do treinamento para proporcionar aos pacientes uma equipe preparada ao atendimento.

Durante a semana, o treinamento ficou disponível online para todos os colaboradores.