Autogestão é tema do primeiro módulo do PDE – Programa de Desenvolvimento de Equipe 2024

Autogestão é tema do primeiro módulo do PDE – Programa de Desenvolvimento de Equipe 2024

Os colaboradores do INTS – Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde participaram de um momento de muita reflexão e aprendizado no PDE 2024 (Programa de Desenvolvimento de Equipe). Com a temática do primeiro módulo “Autogestão”, o treinamento foi guiado pela Coordenadora de Melhoria Contínua do RH, Zeni Silva, e aconteceu no Convention da sede do INTS em Salvador. Entre os dias 09 e 12 de abril, os colaboradores foram divididos em turmas para participar do programa.

Ao todo, serão quatro módulos realizados nos próximos meses, com temas como produtividade, comunicação e influência e orientação a resultados. No primeiro módulo sobre autogestão, os colaboradores aprenderam que, na esfera pessoal, esta é uma habilidade de tomar decisões conscientes e responsáveis em relação ao próprio bem-estar, saúde, finanças, relacionamentos e desenvolvimento pessoal. 

Já na esfera profissional, esta habilidade envolve a capacidade de assumir responsabilidades por suas tarefas, prazos e resultados no trabalho, mesmo sem supervisões constantes. Envolve habilidades como gerenciamento de tempo, priorização de tarefas, comunicação eficaz, colaboração com colegas e autorreflexão para melhorar o desempenho. 

Daiane Feliciano, Assistente Administrativa do INTS, afirma que: “Esse é o segundo ano que tenho a oportunidade de participar do PDE e a sensação é a mesma: me sinto provocada a repensar os caminhos que tenho escolhido para minha vida profissional e pessoal. Achei o primeiro módulo sobre autogestão sensacional, pois me fez refletir, através das dinâmicas em grupo, qual o meu papel nos acontecimentos em que estou envolvida.”  

“As dinâmicas e ferramentas aplicadas durante o PDE me permitiram visualizar a importância de desenvolvermos a autogestão, além de oferecer possibilidades para pensarmos em estratégias que podem contribuir para alcançarmos nossos objetivos tanto pessoal quanto profissional. Um dos pontos que eu mais gosto do PDE é que ele não se limita a nossa atuação no Instituto, mas nos faz repensar a nossa carreira como um todo. Ansiosa para o segundo módulo”, expressa Daiane. 

Além da apresentação sobre o tema, dinâmicas e ferramentas, dicas foram expostas para o processo pela busca da autogestão: 

  • Trabalhar o autoconhecimento; 
  • Definir metas e objetivos; 
  • Cuidar do planejamento e organização; 
  • Cuidar dos feedbacks e autoavaliação; 
  • Cultivar hábitos saudáveis; 
  • Trabalhar sua autodisciplina; 
  • Cuidar da comunicação eficaz; 
  • Cuidar da gestão emocional e resiliência; 
  • Trabalhar no desenvolvimento contínuo. 

Zeni Silva afirma que é fundamental motivar todos os colaboradores a participarem do PDE, afinal, ele está relacionado às competências do INTS. “O programa desenvolve competências que os colaboradores devem estar afinados para atuar no dia a dia. Além disso, é um momento de trocas de experiência, de compartilhamento de ideias e de fortalecimento do time. É um momento em que as áreas se entrelaçam, se reconhecem e os colaboradores crescem. A partir desse crescimento, teremos um time de alta performance”, afirma a coordenadora.  

O INTS espera que, com o PDE, possamos promover momentos de desenvolvimento, reflexões e aprendizados para nossos colaboradores. Que eles possam trocar experiências e rever comportamentos prejudiciais para sua vida pessoal e profissional. Assim, poderão transformar sua realidade, sabendo que são capazes de alcançar tudo o que almejam. Os temas são pensados estrategicamente para apoiar e encorajar cada colaborador nesse processo. 

Livros indicados  

  • Carreiras Exponenciais de Eberson Terra; 
  • Micro-hábitos de BJ Fogg; 
  • O Fim Da Procrastinação de Petr Ludwig.
Ação do Dia Mundial da Saúde promove conhecimento e bem-estar entre colaboradores do Hospital Dia Santo Amaro

Ação do Dia Mundial da Saúde promove conhecimento e bem-estar entre colaboradores do Hospital Dia Santo Amaro

No cenário dinâmico de um hospital, onde a saúde é uma prioridade constante, uma iniciativa da Comissão de Humanização do Hospital Dia Santo Amaro,que está sob gestão do INTS – Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde, visando o bem-estar dos colaboradores ganhou destaque.

A comissão composta por profissionais das áreas assistenciais e administrativa, elaborou material para fornecer orientações sobre saúde física, mental e emocional, bem como recursos práticos para promover o autocuidado.

O folder destaca o autocuidado, principalmente relacionado à saúde mental, incluindo também sessão de alimentação saudável, práticas de meditação e atividades de motivação. Esse material foi cuidadosamente planejado para oferecer aos colaboradores a oportunidade de melhorar sua qualidade de vida e encontrar equilíbrio entre trabalho e saúde pessoal.

Para Carla Menegassi, Encarregada de Qualidade: “O HDSA celebrou o Dia Mundial da Saúde de uma maneira muito especial que contou com o envolvimento de diversos profissionais, de diferentes categorias. Esta foi a primeira ação oficial da comissão de humanização que visa promover um ambiente hospitalar acolhedor e compassivo para todos. A ação foi um grande sucesso e a equipe ficou muito feliz com a iniciativa. Estamos muito empolgados com a comissão e muitas outras iniciativas estão sendo planejadas.”

Além disso, apresenta uma lista de aplicativos de meditação recomendados, permitindo que os colaboradores explorassem técnicas de relaxamento e redução do estresse em seu próprio tempo e ritmo. A inclusão de uma sugestão de livro sobre Comunicação Não Violenta serviu como um convite para aprofundar o entendimento das relações interpessoais e promover uma cultura de diálogo saudável e respeitoso.

A promoção ao conhecimento dos colaboradores sobre práticas de bem-estar, leva a tomada de medidas concretas em direção a uma vida mais saudável e equilibrada.

Silvia Herranz, Diretora Geral do HDSA, expressa que: “É emocionante testemunhar o impacto positivo que a ação do Dia Mundial da Saúde tem em nosso hospital. Esta iniciativa não apenas destaca a importância da saúde em nossas vidas, mas também reforça nosso compromisso em oferecer cuidados de qualidade à comunidade que servimos. Além disso, esta ocasião nos proporciona a oportunidade de reconhecer e agradecer os esforços incansáveis dos profissionais de saúde que dedicam suas vidas ao bem-estar dos outros. É um lembrete inspirador de que, juntos, podemos fazer a diferença na vida das pessoas.”

Um destaque adicional foi a ênfase da fisioterapia preventiva, instruções simples de alongamento foram realizadas com os colaboradores, juntamente com conselhos ergonômicos, visando reduzir lesões e promover o conforto no local de trabalho.

A reação dos colaboradores foi extremamente positiva. A disponibilidade desses recursos foi vista como um gesto tangível de apoio da instituição à saúde. Essa iniciativa exemplifica o compromisso contínuo do hospital em promover um ambiente de trabalho que valoriza o cuidado e o desenvolvimento integral de seus colaboradores.

Abril Verde: Palestra sobre prevenção abre programação de conscientização no Hospital Metropolitano

Abril Verde: Palestra sobre prevenção abre programação de conscientização no Hospital Metropolitano

A conscientização da saúde e segurança do trabalho ganha mais intensidade neste mês de abril. É o chamado Abril Verde, que também chegou ao Hospital Metropolitano, administrado pelo Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), e uma programação especial foi preparada para os colaboradores da unidade. A ação, que começou na terça-feira, dia 9, e segue até o dia 30 de abril, está sendo promovida pelo setor de Recursos Humanos (RH), através do Serviço de Saúde e Segurança Ocupacional (SSO), e laços verdes estão sendo distribuídos para marcar a campanha.

Durante a abertura do evento, na tarde do dia 9, a enfermeira do Trabalho do Hospital Metropolitano, Adriana Garcia, contou a história do Abril Verde e destacou a importância da prevenção de acidentes e doenças ocupacionais. “Conhecimento é poder. É por vocês e com vocês que estamos trazendo esta programação, que abrange palestras, exposições, ginástica, jogos interativos e muito mais”, adiantou.

Em seguida, sob os olhares atentos de mais de 50 colaboradores que lotaram o auditório e com a metodologia de ensinar brincando, o Mestre em Saúde Pública, Júlio Nery, do Grupo Saúde e Vida, destacou o quanto informação é importante e falou sobre várias doenças, como câncer, Aids, diabetes, HPV e coronavírus. “Temos que nos prevenir para não sermos mais um nas estatísticas. Bora se cuidar para poder saber cuidar”, alertou Júlio, durante a palestra Medicina Preventiva.

Por falar em se cuidar, entre uma interação e outra do palestrante com os colaboradores, o motorista Adriano Silva, revelou que, aos 48 anos, nunca fez o exame clínico de toque retal, recomendado aos homens para a detecção e prevenção do câncer de próstata.

“Eu nunca senti nada e, por isso, não vi necessidade de fazer esses exames. Não dá mais para voltar atrás, mas, a partir de agora, depois dessa palestra, vou me cuidar mais e fazer [os exames]”, garantiu o motorista.

Programação

Para continuar a programação, no dia 17 de abril, um stand de exposição de EPIs – Equipamentos de Proteção Individual ficará montado das 11h30 às 14h, em um dos halls do térreo do hospital, próximo ao RH.

Já no dia 24, às 14h, no auditório, é a vez da palestra Noções de Combate a Incêndio, que será ministrada pelo bombeiro civil e tecnólogo em Segurança do Trabalho, Aldenisio Rocha.

No dia 29 de abril, terá ginástica laboral com a fisioterapeuta Daiane Moreira e duas palestras: uma sobre prevenção dos acidentes de trabalho com a engenheira de segurança Giselle Corrêa e a outra sobre saúde mental do trabalhador com a psicóloga Marina Brandão.

Para encerrar o mês, no dia 30, terá uma nova rodada de ginástica laboral com o fisioterapeuta Silvanei Neves, a palestra sobre assédio no ambiente de trabalho com a coordenadora jurídica do INTS, Daniela Castro Alves, jogos interativos e distribuição de brindes.

Maternidade Municipal Lourdes Nogueira conclui 2º Ciclo de Sensibilização para o Método Canguru

Maternidade Municipal Lourdes Nogueira conclui 2º Ciclo de Sensibilização para o Método Canguru

 

A Maternidade Municipal Lourdes Nogueira promoveu 2º Ciclo de Sensibilização para o Método Canguru com seus colaboradores e convidados. Diversas profissionais referência em Sergipe, participaram da iniciativa.  O método obedece aos critérios do Ministério da Saúde e trabalha o fortalecimento dos vínculos afetivos entre mãe e bebê através do contato pele a pele, bem como estabilidade térmica, favorecendo o desenvolvimento dos bebês mais vulneráveis. O 2º ciclo foi concluído nesta quinta-feira (11), com a formação de 32 novos tutores.

Amanda Andrade da Silva, Tutora Estadual do Método Canguru e integrante do quadro de tutores da Maternidade, destacou a importância desta iniciativa. “Nós trabalhamos com crianças pré-maturas e crianças que passam pelo processo de hospitalização em UTI. Dest forma, o tratamento delas precisa ser diferenciado e humanizado. Por isso, estamos preparando a equipe, para que todos sejam sensibilizados e estejam aptos para os cuidados desses ambientes. Nossa intenção é alcançar 100% da unidade. Não nos limitamos apenas à equipe Neo, mas a todos os profissionais que estão aqui fornecendo os seus trabalhos”, comentou.

A Maternidade pauta a sua assistência nas boas práticas de assistência obstétrica e neonatal. A gestora da unidade, Rita Leal, lembra que o método Canguru é uma política nacional de saúde ampla, já que não se restringe apenas aos bebês. Também cuida dos pais, familiares e toda a rede de apoio. “Estamos realizando o nosso segundo Ciclo de Sensibilização que é uma estratégia de fortalecimento de uma linha de cuidado humanizada, facilitando o processo interativo pai-mãe-bebê, além de preparar a equipe para oferecer um atendimento de saúde qualificado, observando a individualidade de cada criança e de sua história familiar”, disse.

 

 

Nove unidades de saúde gerenciadas pelo INTS apresentam trabalhos no COSEMS 2024

Nove unidades de saúde gerenciadas pelo INTS apresentam trabalhos no COSEMS 2024

Ao todo, 16 projetos constam da 20ª Mostra de Experiências Exitosas dos Municípios, sendo 12 trabalhos de unidades de saúde da região Santo Amaro e outros quatro do hospital Guarapiranga

Entre 17 e 19 de abril, nove unidades gerenciadas pelo Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), apresentarão trabalhos na 20ª Mostra de Experiências Exitosoas dos Municípios, que acontece dentro do 37ª Congresso de Secretários Municipais de Saúde (COSEMS) do Estado de São Paulo. A edição deste ano, ocorre no município de Santos, litoral paulista.

Dos trabalhos aprovados, 12 são de unidades da Supervisão Técnica de Saúde (STS) Santo Amaro e serão expostos na mostra no modelo de e-poster. Três deles, porém, garantiram a apresentação oral após sorteio realizado no dia 19 de março: Projeto Ademar Cão Hospitalar, do Hospital Dia Cidade Ademar; PICS como instrumento norteador de mudanças psicossociais, da UBS Vila Arriete e “Clube de Jogadores”: jogos de tabuleiro no manejo de grupos com adolescentes, do CAPS Infantojuvenil Santo Amaro.

Os nove trabalhos classificados a participarem no modelo de e-poster são o trabalho do Hospital Dia Santo Amaro, com o Projeto I love mama: grupo de saúde preventiva relacionado ao câncer de mama; um da UBS Jardim Miriam, Dança sênior e sua aplicabilidade nos pacientes do Programa de Acompanhamento de Idosos (PAI); um da UBS Mata Virgem, Atuação de um cirurgião-dentista frente à preceptoria do curso Saúde com Agente; três projetos da UBS Jardim Novo Pantanal, o Bar da Saúde: ações educativas para a saúde do homem, o Aplicação da auriculoterapia em um grupo de exercícios físicos: relato de experiência e Arteterapia na promoção de saúde do grupo Hiperdia e três da UBS Chácara Santo Antônio, o Desafios e Impactos nas boas práticas no processo de Acreditação, Grupo da Memória: como a atividade coletiva pode contribuir para um envelhecimento saudável e Projeto horta na escola: Pensando a alimentação saudável desde o plantio.

Todos os trabalhos foram avaliados por uma comissão científica da Coordenadoria Regional de Saúde (CRS) Sul, composta por profissionais da CRS Sul, Escola Municipal de Saúde (EMS) Sul e das STS Campo Limpo, Capela do Socorro, M’Boi Mirim, Parelheiros e Santo Amaro, além de profissionais de desenvolvimentos do INTS e demais OSS que atuam na região: Associação Saúde da Família (ASF), Centro de Estudos e Pesquisas “Dr. João Amorim” (CEJAM), Associação Comunitária Monte Azul e Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Albert Einstein.

O Hospital Municipal Guarapiranga (HMG), da STS M’Boi Mirim, por sua vez, participa com quatro trabalhos no modelo de e-poster: Hipnoterapia aplicada na assistência ao paciente portador de lesões por pressão em hospital de longa permanência; Importância da laserterapia na odontologia hospitalar: um relato de experiência; Desafios e importância da odontologia hospitalar em um hospital de São Paulo: um relato de experiência e, Potencial terapêutico da fisioterapia humanizada com terapias alternativas na reabilitação.

UBS Vila Missionária promove atividades lúdicas para crianças e adolescentes

UBS Vila Missionária promove atividades lúdicas para crianças e adolescentes

Na busca por promover o bem-estar e o desenvolvimento integral das crianças e adolescentes da comunidade, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Missionária, sob gestão do Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde (INTS), realiza atividades lúdicas semanais. No último encontro, ocorrido no dia 08 de abril de 2024, um grupo de crianças entre 6 e 12 anos participou de uma iniciativa especialmente planejada para estimular habilidades cognitivas e emocionais. 

Com a participação de nutricionista, assistente social e psicólogo, o evento teve como objetivo central o uso do jogo “Cai não Cai”. Nesse jogo, os participantes são desafiados a retirar palitos de um cilindro sem deixar que as bolinhas caiam. Cada palito retirado estava associado a uma pergunta de conhecimentos gerais, incentivando não apenas a agilidade física, mas também o aprendizado e a reflexão. 

Os resultados alcançados foram além da diversão. A dinâmica do jogo trabalhou questões como ansiedade e frustração. Além disso, conforme as crianças avançavam no jogo, desenvolviam habilidades como autoconfiança, atenção, equilíbrio, observação, agilidade e coordenação motora. 

Essas atividades não se limitam a um único evento, sendo parte de um programa contínuo realizado semanalmente, direcionado a grupos de crianças e adolescentes da comunidade. A UBS Vila Missionária reitera seu compromisso em oferecer não apenas cuidados médicos, mas também oportunidades de desenvolvimento integral, promovendo assim uma comunidade mais saudável e fortalecida.