USF Jardim Europa contribui para a campanha do Novembro Azul

USF Jardim Europa contribui para a campanha do Novembro Azul

No mês de novembro, as unidades do INTS realizaram ações para a campanha do Novembro Azul, que promove a sensibilização e conscientização da população masculina em relação aos cuidados com a saúde e prevenção de doenças.

Em São Paulo, a Unidade de Saúde da Família (USF) Jardim Europa abraçou a causa. Na unidade, o time do Instituto realizou palestras de conscientização ao público masculino sobre a importância de realizar rastreamento do PSA (Antigénio Específico da Próstata)  para homens com idade acima de 40 anos. A mensagem também foi levada para instituições adjacentes à USF que possuem homens internados.

Junto com o tema sobre câncer de próstata, o público também recebeu informações sobre cuidados e higiene bucal, como mais uma forma de prevenir doenças. Todas as ações educativas contaram com apoio do NASF (Núcleo de Apoio a Saúde da Família), serviço de odontologia, auxiliares administrativos, Agentes Comunitários de Saúde (ACS) e enfermeiros da unidade.

Alimentação saudável é tema de ação do IRSI com crianças, em Salvador

Alimentação saudável é tema de ação do IRSI com crianças, em Salvador

Para celebrar o dia das crianças, a equipe de Nutrição do Instituto de Responsabilidade Social INTS, o IRSI, promoveu ação educativa sobre alimentação saudável com estudantes da rede municipal de ensino, em Salvador, na Bahia.

No dia 11 de outubro, as crianças da Escola Municipal Julieta Calmon, no bairro Boca do Rio, participaram de dinâmicas em grupos em que trocaram informações sobre preparo, sabor, e benefícios de diversos alimentos que integram as boas práticas alimentares. 

Durante o encontro, profissionais do IRSI falaram sobre a importância de uma alimentação saudável com frutas, verduras e legumes. Ao final da ação, os pequenos foram presenteados com picolés de frutas, após a realização de atividades lúdicas sobre o tema. 

Para saber mais sobre esta e outras ações do IRSI, acesse a página oficial da instituição no site do INTS.

Hospital Municipal de Caucaia reestrutura serviços da unidade e amplia equipe de profissionais

Hospital Municipal de Caucaia reestrutura serviços da unidade e amplia equipe de profissionais

O Hospital Municipal Doutor Abelardo Gadelha da Rocha, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza, passa por uma série de mudanças para oferecer atendimento com agilidade, maior segurança e conforto aos pacientes.

As implantações fazem parte do projeto de requalificação do hospital, após gestão do Instituto Nacional de Tecnologia e Saúde – INTS que desde março administra a unidade hospitalar.

O hospital recebe em média 9.000 pacientes por mês. Para oferecer maior assistência, a equipe administrativa e de profissionais de saúde foi ampliada. Hoje a unidade conta com 100 enfermeiros, 217 técnicos de enfermagem e 167 médicos, entre eles especialistas em anestesia, traumatologia, cirurgião geral e clínico geral. No pronto atendimento, houve também ampliação da equipe de saúde. Agora três médicos atendem o fluxo de urgência e emergência. ‘Nós estamos desenvolvendo novos processos, capacitando os profissionais para um atendimento mais humanizado, acolhedor e com agilidade. São mudanças gradativas para melhorar a assistência’, disse Patrícia Braun, gestora administrativa do hospital.

A dona de casa Valdeci Souza foi uma das pacientes que buscou atendimento no hospital e se sentiu bem acolhida. Após sofrer uma queda e fraturar o ombro, precisou ficar internada para receber assistência. ‘Desde a hora que eu cheguei fui muito bem atendida, não teve demora e logo fui para a emergência. Passei uma semana internada, sendo muito bem cuidada. O quarto que estava era novinho, sempre limpinho, higienizado e isso faz a gente se sentir bem. As enfermeiras foram ótimas, eu não tenho do que reclamar’, conta.

Os leitos de enfermarias foram readaptados para proporcionar um ambiente mais humanizado e acolhedor. As enfermarias agora contam com novo piso, pintura, novas macas e colchões.

Atendimento qualificado

O hospital adotou também mudanças em fluxos e protocolos para otimizar e qualificar o atendimento. O prontuário do paciente, que antes era registrado de forma manual, passou a ser alimentado em sistemas com prontuário eletrônico. O processo trouxe agilidade. ‘Além de otimizar o tempo, pois todas as informações do prontuário estão disponíveis no sistema, aumenta a segurança dos dados’, explica a gestora, Patrícia Braun.

Para facilitar a logística da distribuição de medicamentos, foi montada também uma farmácia satélite na unidade que traz benefícios para os pacientes e equipe técnica.

Para facilitar a logística da distribuição de medicamentos, foi montada também uma farmácia satélite na unidade que traz benefícios para os pacientes e equipe técnica.

Segurança do paciente

Outra implantação com foco na assistência e segurança ao paciente, foi a criação das comissões hospitalares para controle de infecção, segurança do paciente e revisão de prontuários. As comissões são formadas por uma equipe multidisciplinar com objetivo de melhorias contínuas dos processos internos.

Requalificação dos leitos de UTIs

Em breve serão requalificados os dez leitos de UTI que atualmente funcionam como leitos de COVID do hospital de campanha. As obras devem iniciar até o final de setembro e a nova estrutura de terapia intensiva qualificará a assistência oferecida aos pacientes.

Assistência na Região Metropolitana e interior

O Hospital é referência na região para traumatologia e atende pacientes do município de Caucaia e de nove cidades do interior do Ceará. Oferece 140 leitos para atendimento adulto e pediátrico, UTI adulto, internação adulto e pediátrico, cirurgias de emergência. Também oferece exames laboratoriais, radiografia, eletrocardiograma, ecocardiograma e ultrassonografia.

 

Profissionais do Hospital Espanhol ganham painel com asas de anjos

Na Semana da Enfermagem, comemorada de 12 a 20 de maio, os heróis da saúde do Hospital Espanhol ganharam um painel com asas de anjos pintadas, de 2,20m X 1,50m, que foi fixado na parede de um corredor do 1º andar, como cenário para realização de fotos pessoais.

“No primeiro ano de funcionamento do Hospital, eu ainda era Coordenadora de Enfermagem e tive um sonho em que pintávamos, numa parede ao ar livre, um painel com asas de anjos para que os colaboradores tirassem fotos. E eles apareciam gratos e felizes, tirando suas fotos. Na época, por causa da alta demanda da assistência e por falta de local adequado, adiamos a ideia. Agora, decidi colocar em prática, como um presente na Semana da Enfermagem e, também, como forma de agradecimento e reconhecimento por todo o trabalho da equipe. Foi um sucesso! Me surpreendi com as filas que foram formadas para fazerem as fotos e o grande número de publicações em redes sociais. Sinal do quanto gostaram.” Quem explica a origem e o porquê do painel angelical, mas de grande força motivacional e de reconhecimento profissional, é a Gerente Operacional do HE, a enfermeira Claudiana Pereira, responsável pela ação.

Com todo o cuidado de higienização necessário, numa unidade hospitalar de atendimento para pacientes Covid, por orientação do SCIH – Serviço de Controle de Infecção Hospitalar, o painel, que é feito de tecido, foi revestido de plástico para possibilitar sua desinfecção.

Os heróis da saúde da pandemia, tiveram os seus trabalhos de verdadeiros anjos da guarda, eternizados em imagens que passam a fazer parte da história de cada um e que serão contadas com orgulho para as próximas gerações. Fazer parte do time da linha de frente do maior Centro de Tratamento para a Covid-19 da Bahia, dá direito a se sentir anjo da guarda, sentir-se orgulhoso e com o currículo mais rico. Porque a experiência de vida, ultrapassa a experiência profissional. E somente quem passa, compreende!

Gratidão & Orgulho

Foi mais ou menos isso que a enfermeira Rebeca Nunes, Coordenadora das Enfermarias do HE, sentiu, ao tirar sua foto. “Quando eu vi a minha foto no painel de asas, me senti inundada de um sentimento de orgulho e gratidão da nossa classe e de todos os meus colegas que estão aqui comigo, nestes dois anos. E eu faria tudo de novo, com todos os riscos, as abdicações, sacrifícios de meus filhos e marido, perdas e vitórias, sofrimentos e alegrias. Hoje, eu sou um ser humano muito melhor. O aprendizado de vida vai além da enfermagem! Nosso ânimo foi motivado com este painel. E enquanto a saúde precisar de mim, estarei disponível e motivada para trabalhar.”

Roquelina Uzêda, 54 anos, funcionária pública, foi paciente do Hospital Espanhol, em março de 2021, por 22 dias, dos quais 12 passou intubada. A sua gratidão pela equipe do HE é tamanha que ela mantém contato com alguns profissionais até hoje. E, desde a sua internação que os chamava de “meus anjos”. Algumas fotos de “seus anjos” no painel foram enviadas para ela que reagiu com a emoção e a gratidão de sempre: “Minha fala se concretizou. Vocês agora têm asas de verdade. Merecidas! E serão para sempre meus anjos, aqui na terra”.

Para Claudiana Pereira, não podemos comparar um profissional de saúde com um anjo. “Mas podemos comparar um profissional de saúde, como um instrumento de Deus. A gente trabalha para aliviar as dores e procurar trazer paz para o coração dos aflitos. Então as asas simbolizam muito bem o que é divino, no humano. E seres humanos também realizam ações divinas, trazendo conforto e acolhendo os que precisam” – definiu ela.

Dona Roquelina, a senhora tem toda a razão, os profissionais do Hospital Espanhol são anjos, sim! E nós pedimos sua licença para batizá-los, também, de “nosso anjos” da pandemia, que nos enchem de gratidão e orgulho e que em dois anos, já salvaram quase 4.500 vidas! Saúde, anjos!

IRSI leva ações de Saúde Bucal para escolas de Salvador

IRSI leva ações de Saúde Bucal para escolas de Salvador

O mês ainda está na metade, mas o IRSI já levou cuidado e carinho para mais de 1.300 crianças de Salvador. Desde o início do mês, nove Escolas Municipais de diversos bairros de Salvador já receberam as Ações de Saúde Bucal. As ações contaram com algumas atividades, como entrega de Kits de higiene oral, exames epidemiológicos, atividades educativas e orientação de higiene oral em grupo, escovação supervisionada e aplicação de Flúor.

Essa ação é uma iniciativa do IRSI, o Instituto de Responsabilidade Social INTS e é realizada desde 2014 com o objetivo de ampliar e qualificar as ações de promoção à saúde. Todos os meses, as equipes do IRSI levam profissionais, estrutura e cuidado para diversas crianças da capital Baiana, reforçando o compromisso com melhoria da qualidade de vida e bem-estar das pessoas.

Segundo a coordenadora do IRSI, Bárbara Silva, essa ação é importante para mostrarmos à população que podemos contribuir com a saúde nas nossas crianças. “Levamos muito mais que ações e atividades práticas para as escolas, deixamos lá uma reflexão sobre os cuidados e a importância com a saúde bucal, nosso objetivo é realizar essas intervenções pontuais, mas que deixarão um legado para cada uma das crianças”, reforça Bárbara.
Ainda esse mês, mais seis escolas de Salvador serão contempladas com as ações de Saúde Bucal e mais 700 crianças sejam assistidas.

Hospital Espanhol abre mais leitos com o novo aumento de casos Covid

Hospital Espanhol abre mais leitos com o novo aumento de casos Covid

A variante Ômicron fez crescer em mais de 700% o número de casos de Covid, nos primeiros 20 dias de 2022, na Bahia. Estes são dados da SESAB que, diante do quadro, autorizou a abertura de mais 60 leitos no Hospital Espanhol, no último dia 22

O maior Centro de Tratamento da Covid na Bahia aberto em abril de 2020 com 160 leitos, o Hospital Espanhol, já precisou ampliar este número, em outras fases de pico da pandemia, como ocorreu em outubro de 2020, quando chegaram a um total de 250, entre UTI e enfermaria. Nesta fase, a Unidade apresentou uma das mais altas taxas de ocupação, chegando a 97%.

Setembro de 2021 foi o período de menor ocupação, mantendo uma taxa média de 15%. Mas a chegada da variante Ômicron mudou o cenário do mundo. E a onda da alta contaminação e explosão do número de casos atingiu os baianos. Esta é a 4a onda da pandemia no Brasil. “A Ômicron é muito mais transmissível do que as variantes originais que causam a Covid. É menos letal, mas tão mórbida quanto as outras” – avalia o Gerente Médico do Hospital Espanhol, Leonardo Azevedo.

O HE estava mantendo uma taxa de ocupação de 85%, do fim de dezembro/21 até o meio deste mês de janeiro. Com a abertura dos 60 leitos novos, caiu para 75%, mas ainda é um percentual considerado alto. “Se pararmos para avaliar, a gente não tem mais tanta restrição protocolar para evitar aglomerações em locais públicos. Então é preciso a conscientização da população para a manutenção dos cuidados preventivos” – alerta o Diretor Médico do HE, Rômulo Cury.